Cartório Eleitoral dá início à preparação das urnas eletrônicas em Caxias do Sul

A partir desta terça-feira (27), inicia os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados
O Cartório Eleitoral de Caxias do Sul inicia, a partir desta terça-feira (27), os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados, em preparação às Eleições de 2020. Esses procedimentos são públicos e podem ser acompanhados pela imprensa, seguindo o seguinte cronograma:

:: Geração das Mídias – dia 27/10, a partir das 13h:

É a cerimônia na qual o cartório gera os cartões de memória contendo as tabelas de partidos políticos, coligações, eleitores, seções e candidatos que serão inseridos nas urnas; os cartões de memória para votação e as mídias para gravação dos arquivos da urna;

:: Carga dos sistemas nas Urnas Eletrônicas e lacração das urnas – dia 28/10/2020, a partir das 09h:

É o evento em que as urnas de votação são preparadas e lacradas, utilizando-se o cartão de memória de carga e inserindo-se o cartão de memória de votação e a mídia para a gravação de arquivos. Também é realizado o teste de funcionamento das urnas e identificadas as embalagens com a zona eleitoral, o município e a seção a que se destinam;

:: Votação por amostragem – dia 06/11/2020, às 09h30:

Será realizada em até 3% das urnas preparadas para cada zona, observado o mínimo de uma urna, escolhidas aleatoriamente entre as urnas por zona de votação;

:: Inspeção e conferência dos dados nas Urnas Eletrônicas – dia 09/11/2020, a partir das 09h:

As urnas são ligadas para verificar se a data, hora e seção estão corretos.

O primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 ocorre no dia 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 de novembro. Caxias do Sul contará com 1.096 seções, mas com a redução de urnas, na eleição serão utilizadas 876. A redução será de 20,01% do total de urnas/seções em relação às Eleições de 2018.

A partir desta terça-feira (27), inicia os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados

O Cartório Eleitoral de Caxias do Sul inicia, a partir desta terça-feira (27), os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados, em preparação às Eleições de 2020. Esses procedimentos são públicos e podem ser acompanhados pela imprensa, seguindo o seguinte cronograma:

:: Geração das Mídias – dia 27/10, a partir das 13h:

É a cerimônia na qual o cartório gera os cartões de memória contendo as tabelas de partidos políticos, coligações, eleitores, seções e candidatos que serão inseridos nas urnas; os cartões de memória para votação e as mídias para gravação dos arquivos da urna;

:: Carga dos sistemas nas Urnas Eletrônicas e lacração das urnas – dia 28/10/2020, a partir das 09h:

É o evento em que as urnas de votação são preparadas e lacradas, utilizando-se o cartão de memória de carga e inserindo-se o cartão de memória de votação e a mídia para a gravação de arquivos. Também é realizado o teste de funcionamento das urnas e identificadas as embalagens com a zona eleitoral, o município e a seção a que se destinam;

:: Votação por amostragem – dia 06/11/2020, às 09h30:

Será realizada em até 3% das urnas preparadas para cada zona, observado o mínimo de uma urna, escolhidas aleatoriamente entre as urnas por zona de votação;

:: Inspeção e conferência dos dados nas Urnas Eletrônicas – dia 09/11/2020, a partir das 09h:

As urnas são ligadas para verificar se a data, hora e seção estão corretos.

O primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 ocorre no dia 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 de novembro. Caxias do Sul contará com 1.096 seções, mas com a redução de urnas, na eleição serão utilizadas 876. A redução será de 20,01% do total de urnas/seções em relação às Eleições de 2018.

Link para notícia no site Tua Rádio

Eleições 2020: confira a entrevista com o candidato a prefeito Júlio Freitas

Concorrente do Republicanos foi o quinto entrevistado da série De Frente com o Candidato
A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta sexta-feira (23) foi Júlio Freitas, do Republicanos.

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Concorrente do Republicanos foi o quinto entrevistado da série De Frente com o Candidato

A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta sexta-feira (23) foi Júlio Freitas, do Republicanos.

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Link para notícia no site Tua Rádio

TSE laça Tira-Dúvidas Eleitoral no WhatsApp

Número é 61 9637-1078
Para ajudar a tirar dúvidas dos eleitores, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou um assistente virtual que funciona pelo aplicativo do WhatsApp. Chamado de “Tira-Dúvidas Eleitoral no WhatsApp”, o recurso foi lançado com o objetivo de facilitar o acesso do eleitor a informações relevantes sobre as eleições municipais de 2020 e reforçar o combate à desinformação durante o período eleitoral.

O tira-dúvidas funciona por meio de um assistente virtual, que traz informações sobre diferentes temas de interesse do eleitor, desde cuidados com a saúde para votar, informações sobre dia, horário e local de votação até dicas para mesários e informações sobre candidatura, entre outros temas.

Para interagir com o assistente virtual, basta adicionar o telefone 61 9637-1078 à sua lista de contatos. Segundo o TSE, o assistente virtual oferece ainda um serviço voltado exclusivamente ao esclarecimento de notícias falsas, as chamadas fake news, envolvendo o processo eleitoral brasileiro.

Número é 61 9637-1078

Para ajudar a tirar dúvidas dos eleitores, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou um assistente virtual que funciona pelo aplicativo do WhatsApp. Chamado de “Tira-Dúvidas Eleitoral no WhatsApp”, o recurso foi lançado com o objetivo de facilitar o acesso do eleitor a informações relevantes sobre as eleições municipais de 2020 e reforçar o combate à desinformação durante o período eleitoral.

O tira-dúvidas funciona por meio de um assistente virtual, que traz informações sobre diferentes temas de interesse do eleitor, desde cuidados com a saúde para votar, informações sobre dia, horário e local de votação até dicas para mesários e informações sobre candidatura, entre outros temas.

Para interagir com o assistente virtual, basta adicionar o telefone 61 9637-1078 à sua lista de contatos. Segundo o TSE, o assistente virtual oferece ainda um serviço voltado exclusivamente ao esclarecimento de notícias falsas, as chamadas fake news, envolvendo o processo eleitoral brasileiro.

Link para notícia no site Tua Rádio

Campanha Criança é Prioridade quer adesão de candidatos à política para primeira infância

Objetivo no Rio Grande do Sul é obter apoio de 200 postulantes às prefeituras.
Com a intenção que os futuros gestores dos municípios brasileiros tenham atenção com a primeira infância, que engloba crianças de zero a seis anos, a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) está fazendo a campanha Criança é Prioridade. O objetivo é que os candidatos a prefeito assinem um documento se comprometendo com a causa.

No Rio Grande do Sul, o Primeira Infância Melhor (PIM), membro da RNPI, está articulando a iniciativa. Até a tarde desta quinta-feira (22), pouco mais de dez termos de compromisso foram assinados. Entretanto, a coordenadora-adjunta do PIM, Carolina Drügg, explica que a intenção é conseguir 200 assinaturas.

Pessoas da sociedade civil, sem ligação partidária, podem encaminhar de maneira voluntária o documento aos candidatos. O site da campanha você confere AQUI.

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Objetivo no Rio Grande do Sul é obter apoio de 200 postulantes às prefeituras.

Com a intenção que os futuros gestores dos municípios brasileiros tenham atenção com a primeira infância, que engloba crianças de zero a seis anos, a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) está fazendo a campanha Criança é Prioridade. O objetivo é que os candidatos a prefeito assinem um documento se comprometendo com a causa.

No Rio Grande do Sul, o Primeira Infância Melhor (PIM), membro da RNPI, está articulando a iniciativa. Até a tarde desta quinta-feira (22), pouco mais de dez termos de compromisso foram assinados. Entretanto, a coordenadora-adjunta do PIM, Carolina Drügg, explica que a intenção é conseguir 200 assinaturas.

Pessoas da sociedade civil, sem ligação partidária, podem encaminhar de maneira voluntária o documento aos candidatos. O site da campanha você confere AQUI.

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Quem não votou para presidente, pode votar neste ano?

Dúvida é comum entre ouvintes da emissora
Se você não participou das últimas eleições, seja a federal, em 2018, ou a municipal, de 2016, deve estar se perguntando se poderá votar no próximo dia 15 de novembro, quando os brasileiros escolherão prefeitos e vereadores de suas cidades. A resposta é: depende. Se você não votou, mas justificou a ausência em até 60 dias após a data do pleito, seu título está regularizado, e você pode participar das eleições municipais.

Segundo Rafael Copetti, chefe do Cartório Eleitoral de Marau, o fato de não ter votado para presidente, em princípio, não impede de votar agora. O impeditivo é para aquele eleitor que não votou nas três últimas eleições (2016, 2018 primeiro e segundo turno) e teve o título suspenso. Portanto, o eleitor pode não ter votado, ter a pendência com relação a algum pleito/turno, mas votar na eleição municipal. Existem, claro, situações em que o título está suspenso e necessita de regularização. Neste ano, o prazo para as regularizações encerrou em maio.

Caso esteja em dúvida, é possível consultar a situação do título, se está regular ou não, pelo site do TSE – Trbunal Superior Eleitoral ou aplicativo E-Título. Importante lembrar que quem está com o título irregular, além de não votar, não pode: tirar ou renovar seu passaporte nem carteira de identidade; receber salário proveniente de função ou emprego público; participar de concursos públicos; obter empréstimos na caixa econômica federal e outros estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo e nem renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outros.

Ainda, lembramos que se por acaso você precisar de atendimento no Cartório Eleitoral de Marau, é preciso fazer o agendamento prévio, que pode ser feito fone/whats (54) 9 9633 9773. O atendimento é de segunda a sexta, do meio-dia às 19h e em sábados domingos e feriados, das 14h às 19h.

Dúvida é comum entre ouvintes da emissora

Se você não participou das últimas eleições, seja a federal, em 2018, ou a municipal, de 2016, deve estar se perguntando se poderá votar no próximo dia 15 de novembro, quando os brasileiros escolherão prefeitos e vereadores de suas cidades. A resposta é: depende. Se você não votou, mas justificou a ausência em até 60 dias após a data do pleito, seu título está regularizado, e você pode participar das eleições municipais.

Segundo Rafael Copetti, chefe do Cartório Eleitoral de Marau, o fato de não ter votado para presidente, em princípio, não impede de votar agora. O impeditivo é para aquele eleitor que não votou nas três últimas eleições (2016, 2018 primeiro e segundo turno) e teve o título suspenso. Portanto, o eleitor pode não ter votado, ter a pendência com relação a algum pleito/turno, mas votar na eleição municipal. Existem, claro, situações em que o título está suspenso e necessita de regularização. Neste ano, o prazo para as regularizações encerrou em maio.

Caso esteja em dúvida, é possível consultar a situação do título, se está regular ou não, pelo site do TSE – Trbunal Superior Eleitoral ou aplicativo E-Título. Importante lembrar que quem está com o título irregular, além de não votar, não pode: tirar ou renovar seu passaporte nem carteira de identidade; receber salário proveniente de função ou emprego público; participar de concursos públicos; obter empréstimos na caixa econômica federal e outros estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo e nem renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outros.

Ainda, lembramos que se por acaso você precisar de atendimento no Cartório Eleitoral de Marau, é preciso fazer o agendamento prévio, que pode ser feito fone/whats (54) 9 9633 9773. O atendimento é de segunda a sexta, do meio-dia às 19h e em sábados domingos e feriados, das 14h às 19h.

Link para notícia no site Tua Rádio

Eleições 2020: confira a entrevista com o candidato a prefeito Carlos Búrigo

Concorrente da coligação Vamos Abraçar Caxias foi o terceiro entrevistado da série De Frente com o Candidato
A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta quarta-feira (21) foi Carlos Búrigo, da coligação Vamos Abraçar Caxias (MDB, PSB, CIDADANIA E AVANTE).

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Concorrente da coligação Vamos Abraçar Caxias foi o terceiro entrevistado da série De Frente com o Candidato

A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta quarta-feira (21) foi Carlos Búrigo, da coligação Vamos Abraçar Caxias (MDB, PSB, CIDADANIA E AVANTE).

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Link para notícia no site Tua Rádio

Eleições 2020: confira a entrevista com o candidato a prefeito Antônio Feldmann

Concorrente do Podemos foi o segundo entrevistado da série De Frente com o Candidato
A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta terça-feira (20) foi Antônio Feldmann, do Podemos.

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Concorrente do Podemos foi o segundo entrevistado da série De Frente com o Candidato

A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta terça-feira (20) foi Antônio Feldmann, do Podemos.

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Link para notícia no site Tua Rádio

Eleições 2020: confira a entrevista com o candidato a prefeito Adiló Didomênico

Concorrente da coligação Levanta Caxias abiu a série de entrevistas De Frente com o Candidato
A Tua Rádio São Francisco iniciou nesta segunda-feira (19) a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o primeiro candidato a participar foi Adiló Didomênico, da coligação Levanta Caxias (PSDB, PTB, PSC, SOLIDARIEDADE e PROS)

Confira a entrevista completa em áudio: BLOCO 1 | BLOCO 2 | BLOCO 3

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Concorrente da coligação Levanta Caxias abiu a série de entrevistas De Frente com o Candidato

A Tua Rádio São Francisco iniciou nesta segunda-feira (19) a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o primeiro candidato a participar foi Adiló Didomênico, da coligação Levanta Caxias (PSDB, PTB, PSC, SOLIDARIEDADE e PROS)

Confira a entrevista completa em áudio: BLOCO 1 | BLOCO 2 | BLOCO 3

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Link para notícia no site Tua Rádio

Maioria do eleitorado marauense é formado por mulheres

Pleito eleitoral acontece no dia 15 de novembro
A eleição municipal de 2020 acontece no dia 15 de novembro. É pouco mais de um mês da data inicial, que seria em 4 de outubro. A mudança se fez necessária em função da pandemia de coronavírus. A situação, inédita, também prorrogou alguns prazos do calendário eleitoral. Neste ano, municípios brasileiros irão eleger prefeitos e vereadores. Em Marau, três candidatos disputam o cargo de chefe do Executivo. Em ordem alfabética: Antônio Luiz Dallaqua, Iura Kurtz e Valdecir Filippi. Para o Legislativo, nove candidatos serão eleitos.

Nesta eleição, 31.235 eleitores irão às urnas em Marau. Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral, a maior parte do eleitorado marauense é composto por mulheres: são 16.146 contra 15.089 homens. Em porcentagem, isso significa que Marau tem 51,96% de eleitores mulheres e 48,31% de eleitores homens. A ampla maioria está nas faixas de idade entre 25 e 59 anos, isso em ambos os sexos. O menor índice é entre jovens de 16 e 17 anos, cujo voto ainda é facultativo.

O pleito eleitoral de 2020 terá uma hora a mais do que os processos anteriores. Essa é uma das medidas de segurança em saúde, necessárias em função da pandemia de Covid-19. A eleição será das 7h às 17h, sendo que eleitores com mais de 60 anos terão horário diferenciado para votar. Os idosos devem ir às urnas, preferencialmente, entre 7h e 10h. Nesta condição, com mais de 60 anos, em Marau, são 6.935 eleitores. Lembrando que para pessoas acima dos 70 anos, o voto é facultativo.

Pleito eleitoral acontece no dia 15 de novembro

A eleição municipal de 2020 acontece no dia 15 de novembro. É pouco mais de um mês da data inicial, que seria em 4 de outubro. A mudança se fez necessária em função da pandemia de coronavírus. A situação, inédita, também prorrogou alguns prazos do calendário eleitoral. Neste ano, municípios brasileiros irão eleger prefeitos e vereadores. Em Marau, três candidatos disputam o cargo de chefe do Executivo. Em ordem alfabética: Antônio Luiz Dallaqua, Iura Kurtz e Valdecir Filippi. Para o Legislativo, nove candidatos serão eleitos.

Nesta eleição, 31.235 eleitores irão às urnas em Marau. Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral, a maior parte do eleitorado marauense é composto por mulheres: são 16.146 contra 15.089 homens. Em porcentagem, isso significa que Marau tem 51,96% de eleitores mulheres e 48,31% de eleitores homens. A ampla maioria está nas faixas de idade entre 25 e 59 anos, isso em ambos os sexos. O menor índice é entre jovens de 16 e 17 anos, cujo voto ainda é facultativo.

O pleito eleitoral de 2020 terá uma hora a mais do que os processos anteriores. Essa é uma das medidas de segurança em saúde, necessárias em função da pandemia de Covid-19. A eleição será das 7h às 17h, sendo que eleitores com mais de 60 anos terão horário diferenciado para votar. Os idosos devem ir às urnas, preferencialmente, entre 7h e 10h. Nesta condição, com mais de 60 anos, em Marau, são 6.935 eleitores. Lembrando que para pessoas acima dos 70 anos, o voto é facultativo.

Link para notícia no site Tua Rádio

Eleições 2020: confira os cuidados sanitários que precisam ser tomados durante campanhas eleitorais

Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será a fiscalização
Além das tradicionais regras que precisam ser seguidas por candidatos e partidos nas campanhas eleitorais (confira aqui o que pode ou não pode nas campanhas), neste ano também tem normas específicas quanto à questão sanitária de prevenção ao coronavírus que precisam ser seguidas.

A partir da Nota Informativa Nº 25 emitida pela Secretaria Estadual da Saúde, e editada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TER-RS), o Ministério Público Eleitoral determinou, ainda na última semana, que as campanhas eleitorais também sejam fiscalizadas do ponto de vista sanitário. As principais recomendações são: manter o distanciamento entre as pessoas, não promover aglomerações, exigir uso da máscara e fornecer álcool gel, evitar distribuição de materiais impressos e visita aos eleitores, bem como evitar coquetéis e sistema de buffet em jantares.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será o procedimento de fiscalização no município. Ouça a entrevista completa AQUI.

A comunidade também pode auxiliar na fiscalização. Quem perceber descumprimento de regras por parte de candidatos pode denunciar diretamente no Cartório Eleitoral ou ao Ministério Público Eleitoral, por meio do endereço denunciaeleitoral@mprs.mp.br ou, ainda, pelo site do Ministério Público.

Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será a fiscalização

Além das tradicionais regras que precisam ser seguidas por candidatos e partidos nas campanhas eleitorais (confira aqui o que pode ou não pode nas campanhas), neste ano também tem normas específicas quanto à questão sanitária de prevenção ao coronavírus que precisam ser seguidas.

A partir da Nota Informativa Nº 25 emitida pela Secretaria Estadual da Saúde, e editada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TER-RS), o Ministério Público Eleitoral determinou, ainda na última semana, que as campanhas eleitorais também sejam fiscalizadas do ponto de vista sanitário. As principais recomendações são: manter o distanciamento entre as pessoas, não promover aglomerações, exigir uso da máscara e fornecer álcool gel, evitar distribuição de materiais impressos e visita aos eleitores, bem como evitar coquetéis e sistema de buffet em jantares.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será o procedimento de fiscalização no município. Ouça a entrevista completa AQUI.

A comunidade também pode auxiliar na fiscalização. Quem perceber descumprimento de regras por parte de candidatos pode denunciar diretamente no Cartório Eleitoral ou ao Ministério Público Eleitoral, por meio do endereço denunciaeleitoral@mprs.mp.br ou, ainda, pelo site do Ministério Público.

Link para notícia no site Tua Rádio

Tribunal Regional Eleitoral lança ferramentas de denúncia e combate a notícias falsas nas eleições

Somando-se às diversas medidas já adotadas para coibir a disseminação de notícias falsas, relacionadas ao pleito municipal de 2020, o TRE-RS inaugurou no seu site um banner de Enfrentamento à Desinformação.

No espaço, o usuário tem orientações sobre como entrar em contato, com a equipe da Justiça Eleitoral gaúcha, para denunciar conteúdos suspeitos relacionados às Eleições 2020. Também é possível realizar denúncias no site do Ministério Público Eleitoral.

A página traz ainda notícias já verificadas, a partir de selos de classificação, que podem ser acessadas através da aba “Fato ou boato?”. A medida foi lançada como mais uma das ações promovidas, pela Comissão de Enfrentamento à Desinformação do TRE-RS, com o objetivo de combater o compartilhamento de informações falsas nas redes sociais e aplicativos de envio de mensagens, durante as eleições municipais.

Acesse:

https://www.tre-rs.jus.br/eleicoes/eleicoes-2020/combate-a-desinformacao/desinformacao

Somando-se às diversas medidas já adotadas para coibir a disseminação de notícias falsas, relacionadas ao pleito municipal de 2020, o TRE-RS inaugurou no seu site um banner de Enfrentamento à Desinformação.

No espaço, o usuário tem orientações sobre como entrar em contato, com a equipe da Justiça Eleitoral gaúcha, para denunciar conteúdos suspeitos relacionados às Eleições 2020. Também é possível realizar denúncias no site do Ministério Público Eleitoral.

A página traz ainda notícias já verificadas, a partir de selos de classificação, que podem ser acessadas através da aba “Fato ou boato?”. A medida foi lançada como mais uma das ações promovidas, pela Comissão de Enfrentamento à Desinformação do TRE-RS, com o objetivo de combater o compartilhamento de informações falsas nas redes sociais e aplicativos de envio de mensagens, durante as eleições municipais.

Acesse:

https://www.tre-rs.jus.br/eleicoes/eleicoes-2020/combate-a-desinformacao/desinformacao

Link para notícia no site Tua Rádio

Tua Rádio São Francisco promove série de entrevistas com candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul

Sabatinas ocorrem das 11h ao meio-dia, a partir da próxima segunda-feira (19/10) e poderão ser acompanhadas em live no Facebook, além dos 560 AM. Serão abordados temas como saúde, educação, segurança e mobilidade, entre outros.
A Tua Rádio São Francisco (560 AM) inicia, a partir da próxima segunda-feira (19/10), a série de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul. As sabatinas, que serão realizadas pela equipe de Jornalismo da emissora, ocorrem até o dia 3 de novembro, das 11h ao meio-dia. Os 11 postulantes ao cargo de chefe do Executivo caxiense confirmaram a participação. A ordem das entrevistas foi definida de acordo com a ordem alfabética dos nomes dos candidatos.

Em pauta estarão as principais demandas da comunidade caxiense, como saúde, educação, segurança pública, mobilidade, habitação, cultura, gestão pública, além da apresentação dos planos de governo dos candidatos, que terão uma hora para expor suas ideias, projetos e propostas para o município. Além disso, todas as medidas de proteção estão sendo adotadas pelas equipes da emissora e dos candidatos contra a disseminação da Covid-19.

A série de entrevistas com os candidatos começa na segunda-feira, dia 19 de outubro, com a participação de Adiló Didomênico, da coligação “Levanta Caxias”. Na terça-feira, dia 20, o convidado é Antônio Feldmann, do Podemos, seguido por Carlos Búrigo, da coligação “Vamos Abraçar Caxias”, no dia 21. No dia 22, o candidato Edson Néspolo da coligação “Avança Caxias Vibrante” será o entrevistado. Já no dia 23, sexta-feira, é a vez de Júlio Freitas, do Republicanos. Na segunda-feira, dia 26, Marcelo Slaviero, do NOVO, é o convidado, seguido por Nelson D’Arrigo, do Patriota, na terça, dia 27. Na quarta-feira, dia 28, o entrevistado é Pepe Vargas, da coligação “Caxias Pra Frente”. Já na quinta, dia 29, é a vez da sabatina com o candidato Renato Nunes, do PL, seguido por Renato Toigo, do PSL, na sexta-feira, dia 30. O candidato Vinícius Ribeiro, da coligação “Por Uma Caxias Próspera e Justa” fecha a série de entrevistas, na terça-feira, dia 3 de novembro.

As entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul poderão ser acompanhadas por live no Facebook.com/redetuaradio, no site tuaradio.com.br, aplicativo da Tua Rádio, além do tradicional 560 AM. A menos de um mês das eleições municipais, a Tua Rádio São Francisco oferece aos ouvintes a oportunidade de conhecerem os candidatos e avaliarem suas propostas, para decidirem quem irá governar Caxias nos próximos quatro anos.

Sabatinas ocorrem das 11h ao meio-dia, a partir da próxima segunda-feira (19/10) e poderão ser acompanhadas em live no Facebook, além dos 560 AM. Serão abordados temas como saúde, educação, segurança e mobilidade, entre outros.

A Tua Rádio São Francisco (560 AM) inicia, a partir da próxima segunda-feira (19/10), a série de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul. As sabatinas, que serão realizadas pela equipe de Jornalismo da emissora, ocorrem até o dia 3 de novembro, das 11h ao meio-dia. Os 11 postulantes ao cargo de chefe do Executivo caxiense confirmaram a participação. A ordem das entrevistas foi definida de acordo com a ordem alfabética dos nomes dos candidatos.

Em pauta estarão as principais demandas da comunidade caxiense, como saúde, educação, segurança pública, mobilidade, habitação, cultura, gestão pública, além da apresentação dos planos de governo dos candidatos, que terão uma hora para expor suas ideias, projetos e propostas para o município. Além disso, todas as medidas de proteção estão sendo adotadas pelas equipes da emissora e dos candidatos contra a disseminação da Covid-19.

A série de entrevistas com os candidatos começa na segunda-feira, dia 19 de outubro, com a participação de Adiló Didomênico, da coligação “Levanta Caxias”. Na terça-feira, dia 20, o convidado é Antônio Feldmann, do Podemos, seguido por Carlos Búrigo, da coligação “Vamos Abraçar Caxias”, no dia 21. No dia 22, o candidato Edson Néspolo da coligação “Avança Caxias Vibrante” será o entrevistado. Já no dia 23, sexta-feira, é a vez de Júlio Freitas, do Republicanos. Na segunda-feira, dia 26, Marcelo Slaviero, do NOVO, é o convidado, seguido por Nelson D’Arrigo, do Patriota, na terça, dia 27. Na quarta-feira, dia 28, o entrevistado é Pepe Vargas, da coligação “Caxias Pra Frente”. Já na quinta, dia 29, é a vez da sabatina com o candidato Renato Nunes, do PL, seguido por Renato Toigo, do PSL, na sexta-feira, dia 30. O candidato Vinícius Ribeiro, da coligação “Por Uma Caxias Próspera e Justa” fecha a série de entrevistas, na terça-feira, dia 3 de novembro.

As entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul poderão ser acompanhadas por live no Facebook.com/redetuaradio, no site tuaradio.com.br, aplicativo da Tua Rádio, além do tradicional 560 AM. A menos de um mês das eleições municipais, a Tua Rádio São Francisco oferece aos ouvintes a oportunidade de conhecerem os candidatos e avaliarem suas propostas, para decidirem quem irá governar Caxias nos próximos quatro anos.

Link para notícia no site Tua Rádio

Fabe faz live sobre Propaganda Eleitoral na Internet e Responsabilidade Civil nas Eleições

Assunto será abordado por analistas do TRE
O Curso de Direito da Fabe – Faculdade da Associação Brasiliense de Educação, vai realizar uma live com a temática Propaganda Eleitoral na Internet e Responsabilidade Civil nas Eleições de 2020. O conteúdo será abordado por Angelo Soares Castilhos e Daniela de Cassia Wochnicki, ambos analistas judiciários do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.

A mediação da conversa será dos professores Rafael Copetti e Lucas Zolet. Entre as abordagens, os profissionais farão um panorama das principais disposições legais aplicadas às Eleições de 2020. A live será nesta quarta-feira, 14/10, a partir das 19h, pela plataforma streamyard, com transmissão mútua pelo YouTube e Facebook da Fabe. Além de acadêmicos, podem participar pessoas que tenham interesse no tema.

Assunto será abordado por analistas do TRE

O Curso de Direito da Fabe – Faculdade da Associação Brasiliense de Educação, vai realizar uma live com a temática Propaganda Eleitoral na Internet e Responsabilidade Civil nas Eleições de 2020. O conteúdo será abordado por Angelo Soares Castilhos e Daniela de Cassia Wochnicki, ambos analistas judiciários do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.

A mediação da conversa será dos professores Rafael Copetti e Lucas Zolet. Entre as abordagens, os profissionais farão um panorama das principais disposições legais aplicadas às Eleições de 2020. A live será nesta quarta-feira, 14/10, a partir das 19h, pela plataforma streamyard, com transmissão mútua pelo YouTube e Facebook da Fabe. Além de acadêmicos, podem participar pessoas que tenham interesse no tema.

Link para notícia no site Tua Rádio

Conheça as medidas de segurança contra covid-19 para o dia da votação

Protocolos serão adotados no primeiro e no segundo turno
Por causa da pandemia do novo coronavírus, uma série de protocolos de segurança serão adotados pela Justiça Eleitoral no primeiro e no segundo turno das eleições municipais nos dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. Elaborado por uma equipe de especialistas dos hospitais Albert Einstein, Sírio-Libanês e por técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), consultados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o plano de segurança sanitária para as eleições municipais de 2020 é focado em duas frentes: mesários e eleitor. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão fixados nas seções eleitorais.

Eleitores

Horário de votação ampliado: 7h da manhã até as 17h. Até as 10h será preferencial para maiores de 60 anos. Máscaras: uso obrigatório, sem ela o eleitor não poderá votar. Caso seja necessário, o mesário pode pedir que o eleitor se afaste e abaixe a máscara para conferir a foto na identidade. Distanciamento: será exigido mínimo de 1 metro. Comida: não será permitido comer ou beber nada na fila de espera. A medida é para evitar que as pessoas tirem a máscara.

Álcool em gel: será distribuído em todas seções para que os eleitores limpem as mãos antes e depois da votação.

Caneta: o TSE recomenda que os eleitores levem sua própria caneta para assinar presença no caderno de votação.

Mesários receberão máscaras e terão que trocá-las a cada quatro horas, usar álcool e uma proteção facial de acetato (face shield), que terá de ser usada o tempo todo.

Covid-19

Tanto mesários quanto eleitores que estiverem com sintomas da covid-19 no dia do pleito não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral.

Fonte: Agência Brasil

Protocolos serão adotados no primeiro e no segundo turno

Por causa da pandemia do novo coronavírus, uma série de protocolos de segurança serão adotados pela Justiça Eleitoral no primeiro e no segundo turno das eleições municipais nos dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. Elaborado por uma equipe de especialistas dos hospitais Albert Einstein, Sírio-Libanês e por técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), consultados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o plano de segurança sanitária para as eleições municipais de 2020 é focado em duas frentes: mesários e eleitor. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão fixados nas seções eleitorais.

Eleitores

Horário de votação ampliado: 7h da manhã até as 17h. Até as 10h será preferencial para maiores de 60 anos. Máscaras: uso obrigatório, sem ela o eleitor não poderá votar. Caso seja necessário, o mesário pode pedir que o eleitor se afaste e abaixe a máscara para conferir a foto na identidade. Distanciamento: será exigido mínimo de 1 metro. Comida: não será permitido comer ou beber nada na fila de espera. A medida é para evitar que as pessoas tirem a máscara.

Álcool em gel: será distribuído em todas seções para que os eleitores limpem as mãos antes e depois da votação.

Caneta: o TSE recomenda que os eleitores levem sua própria caneta para assinar presença no caderno de votação.

Mesários receberão máscaras e terão que trocá-las a cada quatro horas, usar álcool e uma proteção facial de acetato (face shield), que terá de ser usada o tempo todo.

Covid-19

Tanto mesários quanto eleitores que estiverem com sintomas da covid-19 no dia do pleito não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral.

Fonte: Agência Brasil

Link para notícia no site Tua Rádio

Saúde lança cartilha com protocolos sanitários para o período eleitoral

A Secretaria da Saúde (SES) produziu uma cartilha com orientações para controle e prevenção da Covid-19 durante a campanha eleitoral. As recomendações têm objetivo de apoiar o processo, garantindo boas práticas e cuidados sanitários para a população. Seguem aplicadas neste período todas as normas permanentes do modelo de Distanciamento Controlado do governo do Estado.

As medidas e ações devem prioritariamente evitar aglomeração, contatos físicos e aumento do fluxo de pessoas, em especial, em ambientes fechados. Recomenda-se também o uso de máscara e a exigência da proteção por parceiros ou colaboradores, além de cuidados quanto à higienização das mãos e de objetos.

As atividades de carreatas, bandeiraços, caminhadas e visitas devem ser evitadas. Caso forem realizadas, devem ser observados os protocolos previstos na Portaria SES Nº 617/2020, se evitando aglomeração e sendo mantido o distanciamento e a demarcação do espaço. Os veículos não devem circular com a lotação máxima, e a organização deve prever que os indivíduos não saiam dos automóveis no percurso, evitando circulação.

A mesma portaria também trata de eventos como reuniões e comícios, quando se sugere respeitar as orientações para situações comparáveis, como lojas, restaurantes, instituições de ensino ou eventos corporativos. Por isso, devem ser garantidas as recomendações do Distanciamento Controlado, incluído a observação do número máximo de pessoas por ambientes.

O distanciamento deve ser respeitado, considerando-se um metro para pessoas com o uso de máscaras ou dois metros em situações quando não for possível o uso delas (em refeições ou outros locais em que possa existir alimentação ou consumo de líquidos). No contato com outras pessoas, a orientação é que sejam evitados comportamentos como apertos de mão, abraços e beijos no rosto, assim como o compartilhamento de objetos pessoais (copos, chimarrão, caneta, telefone e fones de ouvido por exemplo).

A Secretaria da Saúde (SES) produziu uma cartilha com orientações para controle e prevenção da Covid-19 durante a campanha eleitoral. As recomendações têm objetivo de apoiar o processo, garantindo boas práticas e cuidados sanitários para a população. Seguem aplicadas neste período todas as normas permanentes do modelo de Distanciamento Controlado do governo do Estado.

As medidas e ações devem prioritariamente evitar aglomeração, contatos físicos e aumento do fluxo de pessoas, em especial, em ambientes fechados. Recomenda-se também o uso de máscara e a exigência da proteção por parceiros ou colaboradores, além de cuidados quanto à higienização das mãos e de objetos.

As atividades de carreatas, bandeiraços, caminhadas e visitas devem ser evitadas. Caso forem realizadas, devem ser observados os protocolos previstos na Portaria SES Nº 617/2020, se evitando aglomeração e sendo mantido o distanciamento e a demarcação do espaço. Os veículos não devem circular com a lotação máxima, e a organização deve prever que os indivíduos não saiam dos automóveis no percurso, evitando circulação.

A mesma portaria também trata de eventos como reuniões e comícios, quando se sugere respeitar as orientações para situações comparáveis, como lojas, restaurantes, instituições de ensino ou eventos corporativos. Por isso, devem ser garantidas as recomendações do Distanciamento Controlado, incluído a observação do número máximo de pessoas por ambientes.

O distanciamento deve ser respeitado, considerando-se um metro para pessoas com o uso de máscaras ou dois metros em situações quando não for possível o uso delas (em refeições ou outros locais em que possa existir alimentação ou consumo de líquidos). No contato com outras pessoas, a orientação é que sejam evitados comportamentos como apertos de mão, abraços e beijos no rosto, assim como o compartilhamento de objetos pessoais (copos, chimarrão, caneta, telefone e fones de ouvido por exemplo).

Link para notícia no site Tua Rádio