Roubos de veículos conduzir ao menor número já registrado no Rio Grande do Sul

roubos-de-veiculos-conduzir-ao-menor-numero-ja-registrado-no-rio-grande-do-sul

Total de 324 casos é o mais baixo em um mês desde o início da contagem

Os veículos no Rio Grande do Sul foram reduzidos ao menor número já registrado no Estado. Em julho, foram 324 ocorrências, o mais baixo total para o período de um mês desde que teve início a contabilização desse tipo de crime, em janeiro de 2002. É a segunda vez em menos de um ano que essa marca é superada – o recorde anterior obtido obtido em novembro do ano passado, com 376 casos. Em relação ao pico da série histórica, em setembro de 2015, quando 2. 126 motoristas têm seus veículos levados sob a ameaça de criminosos, o resultado representa uma redução de 49, 8%. Os dados integram os indicadores de criminalidade, divulgados pela Secretaria da Segurança Pública.

Na comparação com julho de 2020, que teve 636 roubos de veículo, o total de julho de 2021 equivale à redução de 49, 1% e também é o menor total da série histórica do sétimo mês do calendário. O acumulado desde janeiro também registrou queda, de 028%, passando de 5. 503 casos no ano passado para 3. neste ano – quase 2,5 mil registros a menos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, colabora para esses registra positivos a ampliação dos sistemas de videomonitoramento e cercamento eletrônico no Estado. Atualmente, há 253 municípios entre os que contam com o serviço, como Marau, por exemplo, ou estão em fase de implantação. Entre os acções do eixo de combate ao crime do RS Seguro, um SSP fomenta a implementação da tecnologia nos municípios, seja com recursos da própria prefeitura, com origem em convênios, emendas parlamentares ou Consulta Popular. No total, há em funcionamento nenhum Estado aproximadamente 400 câmeras de cercamento eletrônico (com leitor OCR de placas) e mais de 2,5 mil câmeras de videomonitoramento.