Quartel da Zona Norte, em Caxias, pode reabrir com uma formação de novos bombeiros

quartel-da-zona-norte,-em-caxias,-pode-reabrir-com-uma-formacao-de-novos-bombeiros

Durante coletiva, o governador em exercício, delegado Ranolfo Vieira Júnior, afirmou que há uma turma em andamento e outra que inicia em novembro

A A vinda do governador em exercício, o delegado Ranolfo Vieira Júnior, para Caxias do Sul trouxe um debate antigo: a reativação do Quartel de Bombeiros da Zona Norte. Uma discussão ganhou força novamente na Câmara de Vereadores durante os últimos dias, com a realização de uma audiência pública na segunda-feira (04). Após o término da reunião, foi confirmado um encontro com Júnior no dia 18 de outubro para discutir a pauta. Seria aproveitada uma agenda do deputado Neri, O Carteiro (Solidariedade), para tratar do tema.

Inaugurada em 2011, a unidade iniciada um investimento de R $ 550 mil para a abertura. O montante veio do orçamento da Prefeitura e do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). O prédio foi desativado no ano de 2016. A justificativa foi a falta de quadro de pessoal para manter o atendimento à população. O lugar sofre depredações desde então, como pichações e furto das instalações elétricas, hidráulicas e até do telhado. Conforme relatos, o lugar serve também como ponto de consumo de drogas. Desde 2017, a comunidade da Zona Norte de Caxias pede uma reativação do local, uma vez que, segundo cálculos da Frente Parlamentar em Defesa da Reforma e Reabertura do Quartel de Bombeiros da Zona Norte, criada pelo Legislativo caxiense em janeiro ano, a região concentraria 30% dos sinistros. Uma abrigaria da Zona Norte 100 mil pessoas de 32 bairros.

Conforme os dados repassados ​​pela Frente, o ideal seriam 12 bombeiros para reativar o quartel. Durante a coletiva, Ranolfo Vieira Júnior afirma que depende da formação de novos bombeiros para voltar a funcionar o espaço. Segundo ele, há uma turma de formação em andamento, que deve estar aptos a atuar como bombeiro no mês de dezembro. E há um novo grupo ingressante em novembro. Júnior afirma que há tratativas entre o Governo do Estado e o Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-RS) para discutir a pauta. Estes novos militares podem ser alocados para o quartel da Zona Norte.

Além da vinda de novos bombeiros, o quartel necessitaria de uma reforma. Seriam descontados de R $ 3 milhões para calcular. Durante a audiência pública, os vereadores disseram que deputados estaduais prometeram todo o recurso para as obras, por meio de emendas parlamentares. O encontro no dia 18 de também vai servir para falar sobre essas verbas.

O debate da reativação do Quartel de Bombeiros da Zona Norte voltou neste ano, devido a um incêndio que atingiu cerca de quatro residências na Vila Sapo, no bairro Serrano, no mês de junho.