Moradora de Garibaldi perde R $ 1.200 em novo golpe que simula conserto de calçada

Moradora de Garibaldi perde R $ 1.200 em novo golpe que simula conserto de calçada

Fato aconteceu no centro da cidade

Uma moradora do Centro de Garibaldi foi vítima de uma nova abordagem de golpistas, na tarde de segunda-feira , 02 / 08. Por volta do meio-dia, um homem com capacete de obra e utensílios bateu na porta da sua casa dizendo que estava trabalhando em uma construção ali nas proximidades e, como havia sobrado um pouco de material, ofereceu para consertar a calçada por R $ 200.
Como a calçada estava mesmo desnivelada e com pedras soltas na frente da sua casa, a mulher aceitou fazer o reparo. O homem, então, começou a retirar como lajotas, momento em que chegou um segundo elemento. Durante o trabalho, a mulher foi informada que havia um cano estourado e que seria necessária a compra de um novo para poder estancar o vazamento. Ao ver o buraco com o cano quebrado e cheio d'água, a mulher ficou assustada e concordou com a compra. Os dois homens informaram que com mais esse serviço o valor iria para R $ 1. 200, 00. A mulher foi até o banco sacar o dinheiro e, na volta, cerca de 10 minutos depois, três homens aguardavam com o buraco já fechado e a obra finalizada.
Nesse momento, uma mulher se deu conta de que havia caído num golpe, já que o serviço não teria como ter sido finalizado em tão pouco tempo. Sozinha em casa e com os três homens pressionando para receber o pagamento, a mulher acabou entregando o dinheiro. Eles ainda tentaram cobrar mais R $ 300 além do combinado, mas a mulher disse que não tinha e entrou em casa. Horas mais tarde, uma mulher soube por um funcionário de um restaurante que os homens estiveram no estabelecimento que fica nas proximidades comprando marmitas e prometer pagar assim que a dona da casa onde eles estavam trabalhando pagasse pela obra. Mas não apareceram para acertar as refeições. Ela faz o alerta para que as pessoas atentem para esse tipo de abordagem na cidade e região.