Fiscalização no combate à Covid será ampliada e reforçada em Caxias

Cidade será dividida em três áreas, cada uma com equipe específica para garantir o cumprimento dos regramentos sanitários

A Prefeitura de Caxias do Sul montou nova estratégia de fiscalizações diante da pandemia do coronavírus. A partir de agora, a cidade será dividida em três áreas, cada uma com equipe específica para garantir o cumprimento dos regramentos sanitários, dos horários de funcionamento dos equipamentos, dispersar aglomerações de pessoas e coibir o consumo de álcool em vias públicas, bem como as demais medidas definidas nos decretos do Estado e do Município.

Uma reunião conduzida pela vice-prefeita Paula Ioris teve como presenças dos secretários do Urbanismo, João Uez, e da Segurança Pública e Proteção Social, Paulo Roberto da Rosa Silva; do chefe de Gabinete, Cristiano Silva; e de gestores da Guarda Municipal, Fiscalização de Trânsito e das secretarias da Saúde e Meio Ambiente. Ainda participaram os majores Márcio Leandro, do 12 º Batalhão da Brigada Militar, e Diego Soccol, do Batalhão de Choque, além do delegado regional de Polícia, Cleber dos Santos Lima, organismos do Estado que reforão o suporte às operações de fiscalização, especialmente nos finais de semana.

Uma das principais preocupações é com as dificuldades da fiscalização junto a reuniões promovidas em residências e que têm gerado muitas reclamações da comunidade. No final de semana passado, em menos de cinco horas, foram feitas 107 denúncias, das quais 94 de eventos em imóveis particulares, condição que impedem a autuação por parte do Município. Por decorrência, há necessidade da presença da Brigada Militar, que tem competência para fiscalizar estes encontros. As demais denúncias envolveram bares funcionando além do horário permitido e uma igreja.

A formatação das equipes e da estrutura necessária para a nova estratégia será feita ao longo da semana. A comunidade continuará tendo à disposição o número de WhatsApp (54) 9 8418 – 7594 para denúncias, além do 190 da Brigada Militar. A informação será repassada imediatamente à equipe responsável pela região onde a irregularidade é apontada. Para a próxima segunda-feira (29 / 03) já está marcada uma reunião com todos os envolvidos para uma avaliação dos primeiros resultados e, se necessário, adoção de ajustes.