Estado anuncia troca sem comando geral da Brigada Militar

Coronel Rodrigo Mohr Picon, irá assumir uma vaga como desembargador no Tribunal de Justiça Militar

Por indicação do governador Eduardo Leite, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Rodrigo Mohr Picon, irá assumir uma vaga como desembargador no Tribunal de Justiça Militar. O convite foi feito na tarde desta terça-feira, 30 / 03, no Palácio Piratini, em conjunto com o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior. Na ocasião, o atual subcomandante-geral, coronel Vanius César Santarosa, foi convidado a assumir o comando-geral da BM.

Coronel Mohr, com 34 anos de serviço ativo na BM, assume no TJM a vaga deixada pelo desembargador Antônio Carlos Maciel Rodrigues, que também foi comandante-geral da BM entre 1991 – 1993.

O TJM é o órgão recursal da Justiça Militar estadual, sendo constituído por sete desembargadores: quatro militares, oficiais do mais alto posto da BM (coronéis), nomeados pelo governador; três juízes civis, sendo um magistrado de carreira, promovido pelo TJM, um representante do Ministério Público e um representante da OAB, esses dois últimos também nomeados pelo governador.

Para dar continuidade na política de Segurança Pública, o governador e o vice-governador convidaram o atual subcomandante-geral, coronel Santarosa, a assumir o comando-geral da BM. O oficial também tem 34 anos de serviço ativo na corporação.

O nome que irá assumir o posto de subcomandante-geral está em análise.