Caxias do Sul terá Cartório de Atendimento ao Idoso da Polícia Civil

Repartição foi a principal bandeira da Comissão do Idoso da Câmara de Vereadores nos últimos anos

Até o final de março, Caxias do Sul ganhará o Cartório de Atendimento ao Idoso da Polícia Civil. A repartição irá funcionar em duas salas da Central de Polícia, no Bairro Jardim América, na Rua Irmão Miguel Dário, 1061. O novo cartório será vinculado à Delegacia para a Mulher, sob a responsabilidade da delegada Aline Martinelli.

Uma escrivã atenderá ao público. Outros dois agentes investigarão os crimes contra idosos, um problema cada vez mais recorrente, principalmente durante a pandemia, quando se intensificaram golpes financeiros. A Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) colabora com parte da infraestrutura do espaço.

O anúncio foi feito na última quinta-feira (18 / 03) pelo delegado regional Cléber dos Santos Lima, em reunião com o deputado estadual Carlos Búrigo (MDB), o vereador e ex-presidente da Comissão do Idoso da Câmara Municipal, Felipe Gremelmaier (MDB), presidente atual, Gladis Frizzo (MDB), e o secretário municipal de Segurança Pública e Proteção Social, Paulo Roberto Rosa da Silva.

O movimento para a cidade ter atendimento político especializado às pessoas da terceira idade se iniciado há quase dois anos. Com apoio do deputado Carlos Búrigo e do Conselho Municipal do Idoso, para viabilizar a repartição, o então presidente da Comissão do Idoso, Felipe Gremelmaier, e demais vereadores do grupo se reuniram com autoridades do Governo do Estado, do Parlamento Regional, da Polícia Civil , da Brigada Militar, do Ministério Público, da Procuradoria-Geral do Estado, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), prefeitos de Caxias do Sul e região, entre outras instituições.

O vereador Felipe Gremelmaier reforçou a importância do espaço. “Essa decisão vai representar segurança, prevenção e vai representar um espaço para que o idoso tenha acompanhamento e suporte perante todos esses crimes que acontecem contra os idosos em Caxias do Sul e região”.

O delegado regional e o secretário de Segurança avaliam que esse trabalho especializado era indispensável para Caxias do Sul e que uma investigação de crimes contra idosos ganhará em agilidade.

A repartição era a principal bandeira da Comissão do Idoso da Câmara Municipal nos últimos anos.