Caso Rafael: definida nova data para julgamento de Alexandra Dougokenski

Caso Rafael: definida nova data para julgamento de Alexandra Dougokenski

Júri acontece em abril de 2023

Alexandra Salete Dougokenski, acusada de matar o filho Rafael Mateus Winques, de 11 anos, em 2020, será julgada em 24 de abril de 2023, às 9h, na Casa de Eventos NIX, em Planalto. A nova data para o júri foi determinada pela Justiça de Planalto, nesta quinta-feira, 18/08. A ré vai responder pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, falsidade ideológica e fraude processual. 

A primeira tentativa de realizar o julgamento ocorreu em 21 de março deste ano. Na ocasião, o júri foi cancelado 11 minutos após o início da sessão, quando a defesa de Alexandra abandonou o local. A manifestação ocorreu após a juíza Marilene Parizotto Campagna, negar o pedido de perícia de voz em um áudio extraído do celular do pai do menino e vetar a inclusão de mais esse laudo no processo.

 A magistrada também manteve a prisão preventiva da ré. O sorteio dos jurados ocorre em 29 de março de 2023, às 16h30min, no Foro de Planalto. Na ocasião, além dos 25 titulares, serão sorteados 30 suplentes.

Caso

Rafael Winques, de 11 anos, teve o corpo encontrado dentro de uma caixa de papelão no terreno de uma casa vizinha à que residia, em maio de 2020. A própria Alexandra levou a polícia ao local.

Conforme a denúncia do Ministério Público, ela matou o filho por se sentir incomodada com as negativas dele em acatar ordens e diminuir o uso do celular e os jogos online. Ainda de acordo com a acusação, Alexandra deu ao menino comprimidos de Diazepam e, por volta das 2h, estrangulou Rafael com uma corda.

Fonte: Rádio Guaíba