Brigada Militar é recebida a tiros na Aldeia Indígena de Água Santa

Na noite desta segunda-feira (01), um confronto entre indígenas e policiais militares de Passo Fundo, foi registrado na Aldeia Indígena do Carreteiro em Água Santa .

Durante barreira da guarnição do 3 ° Batalhão de Polícia de Choque , na saída da cidade de Água Santa em direção a reserva indígena, os policiais ouviram diversos disparos de arma de fogo, então foi pedido de apoio.

Prontamente chegou a viatura da Força Tática do 3 ° Regimento de Polícia Montada (3 ° RPMon / Passo Fundo) e outra guarnição do 3 ° BP / Choque . Ambas as guarnições estavam na cidade para policiamento ostensivo, devido os confrontos indígenas.

Quando as viaturas de apoio chegaram ao local, foram recebidas com diversos tiros, inclusive de armas com rajadas (automáticas) e de calibres restritos.

Os policiais em ação rápida, revidaram para que cessassem a agressão. Após parar os disparos, os militares realizaram uma incursão de onde partiram os tiros, mas não localizaram nenhum suspeito.

Todas as guarnições permanecerão na aldeia até que chegasse reforço de outras duas guarnições, devido ao armamento pesado que os meliantes portavam e atiravam contra os militares.

A reserva do “Carreteiro” vem sendo palco de disputas por terras e liderança. Todos os confrontos são entre índios e contratados para reprimir o grupo rival.

Informações: Rádio Uirapuru.