Serra Gaúcha volta a ser pré-classificada na bandeira vermelha do Distanciamento Controlado

Aumento de internações na UTI e também o aumento no registro de óbitos foram alguns dos fatores que agravaram a região

Após um mês na bandeira laranja no modelo de Distanciamento Controlado do Estado, a Serra Gaúcha voltou a ser classificada na bandeira vermelha. A região pode recorrer da decisão até domingo (13). As bandeiras definitivas serão divulgadas na segunda-feira (14).

A região também aderiu ao protocolo de cogestão do Distanciamento Controlado, ou seja, caso seja mantida a bandeira vermelha, os municípios poderão adotar algumas regras menos restritivas do que a atual bandeira, mas não mais flexíveis do que a bandeira laranja.

O número de novos casos da doença e também o aumento no registro de óbitos foram alguns dos indicadores que apresentaram piora e levaram novamente a Serra para situação de alto risco epidemiológico para Covid-19. O indicador de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias na região obteve bandeira amarela, visto a redução de 8% nos registros no comparativo entre as semanas (117 na atual, frente a 127 na semana anterior). Porém, o número de internados em leitos de UTI por Covid-19 passou de 62 para 69 pacientes e de internados por Síndrome Respiratório Aguda Grave em UTI aumentou de 91 para 95.

O indicador de leitos de UTI livres divido pelo de leitos de UTI ocupados por pacientes Covid-19, mensurado para a macrorregião, também migrou para a situação de bandeira preta com 0,90 leitos de UTI adulto livre para cada leito de UTI adulto ocupado por pacientes com Covid-19. Além disso, o número de leitos de UTI livres no último dia reduziu em 21% entre as duas semanas (de 78 para 62).

Entre as atividades que podem ser impactadas caso se confirme a bandeira vermelha está as aulas presenciais. Conforme o decreto do governo estadual as atividade escolares presenciais podem ocorrer somente em cidades que estão em bandeira laranja ou amarela no modelo de distanciamento controlado há pelo menos oito dias.

Link para notícia no site Tua Rádio