Secretário de Saúde fala sobre quantitativo de doses da vacina contra a Covid -19 em Marau

Poder Público Municipal aponta possíveis soluções

A Secretaria de Saúde de Marau já iniciou o processo de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid – 19, em idosos e profissionais da saúde, ao mesmo tempo em que avança no processo de aplicação da primeira dose nos grupos prioritários que ainda não foram vacinados. Esse processo tem preocupado a população que faz parte dos grupos atendidos em outras datas, mas que por algum motivo não conseguiram receber a vacina.

Em conversa com a Tua Rádio Alvorada, Douglas Kurtz, secretário de saúde de Marau, explica que alguns motivos para essa vacinação não ter sido realizada, estas motivações vão desde as questões pessoais do próprio idoso / profissional da saúde, até a falta de doses da vacina. De acordo com o secretário, essa falta acontece pois os cálculos do estado não estão batendo com os do município, fazendo com que sejam enviados doses insuficientes.

Uma ideia, explica Douglas, é usar os dados do pré-cadastro para buscar novas doses junto ao Governo do Estado, demonstrando o número real de pessoas que estão dentro de cada grupo prioritário. Ainda, acrescenta ele, o contrário pode acontecer. É possível que sejam feitas as doses a mais do que o necessário para as demais faixas etárias e estas devem ser remanejadas para os grupos faltantes.

Para que isso aconteça é importante que todos apagados cadastrados no sistema da Prefeitura de Marau. É através do pré – cadastro que é identificado como pessoas que ainda não foram vacinadas e a quantidade de doses faltantes.