Resultados dos testes para Covid-19 dos funcionários da JBS de Ana Rech devem sair no domingo (14)

Expectativa é que, a partir de segunda-feira (15/06), empresa saiba quais colaboradores devam ser afastados do trabalho

A Universidade de Caxias do Sul (UCS) trabalha na realização dos testes da Covid-19 no frigorífico JBS de Ana Rech desde a quarta-feira (10/06). O objetivo é testar os cerca de 1,4 mil funcionários da empresa até esta sexta-feira (12/06). Para que isso ocorra, o professor e diretor da Área de Ciências da Vida da UCS, Dr. Asdrubal Falavigna, afirma que há uma equipe médica composta por 50 pessoas, responsáveis pela coleta dos exames e de informações dos colaboradores. A expectativa é que os resultados saiam até o domingo (14/06).

Segundo ele, a universidade pretende que a JBS tenha o mais rápido possível os dados dos funcionários que possam atuar no frigorífico na segunda-feira (15/06). O professor explica que os métodos são confiáveis, uma vez que o quadro funcional é submetido a uma bateria de exames com testes moleculares (RT-PCR) e para detecção de anticorpos (IgG/IgM). Falavigna detalha que, com esta gama de coletas, a UCS terá um panorama de quantas pessoas estão com o vírus, quantas estão livres da infecção, quais criaram imunidade, além de ver as que necessitam de acompanhamento pelo período de 15 dias.

Após os diagnósticos, o professor esclarece que haverá uma segunda etapa de monitoramento a partir da próxima semana. A universidade fará uma análise dos funcionários suspeitos, a fim de identificar quais estão com o vírus da gripe (H1N1) ou com o do novo coronavírus. O estudo ajudará a entender a quantidade de colaboradores que necessita realmente se afastar do trabalho. Falavigna explica que é necessária a avaliação, pois fornecerá um grau de confiabilidade e segurança quanto ao trabalho no frigorífico.

Questionado sobre a possibilidade de um reforço preventivo no espaço, ele ressalta que a UCS se reuniu cinco vezes com a JBS para orientar a respeito dos cuidados em evitar um novo surto. O doutor ainda destaca que o próprio frigorífico possui uma assessoria com infectologistas de São Paulo, que direcionam a política sanitária da empresa.

A ação da universidade na JBS conta com a participação conjunta do Instituto de Pesquisas em Saúde da UCS, do Laboratório de Microbiologia Clínica, do Centro Clínico e do Centro de Saúde Digital.

Clique na aba “Ouvir Notícia” e confira a entrevista completa.

Link para notícia no site Tua Rádio