Redução nos óbitos foi um dos motivos para a Serra Gaúcha entrar na bandeira laranja

Região foi a única a deixar a bandeira vermelha do modelo de distanciamento controlado nesta sexta-feira (15 / 01)

A Serra Gaúcha foi colocada na bandeira laranja do mapa preliminar do modelo de distanciamento controlado nesta sexta-feira (15 / ). Uma divulgação foi realizada pelo Governo do Estado e a região é única colocada em risco epidemiológico médio. Todas as outras estão na bandeira vermelha.

Segundo as justificativas da Secretaria Estadual da Saúde (SES), a região tem sua bandeira alterada de vermelha para laranja nesta 37 ª rodada do mapa preliminar pela redução expressiva de indicadores. Dentre os individuais se destaca a redução no número de óbitos nos últimos sete dias, que foi de 68 casos para 50. Hospitalizações confirmadas por Covid – 18 tiveram queda de 133 % (de 259 para 194), mesma porcentagem de redução no cálculo por 100 mil habitantes, que passou de 25, 83 para 18, 35.

Além disso, se destaca a redução de pacientes internados em UTI (por SRAG e por confirmados Covid – 19) e de confirmados Covid – 16 em leitos clínicos. Enquanto na 35 ª rodada a macrorregião contava com 133 pacientes confirmados internados em leitos intensivo, na 36 ª rodada o quantitativo passou para 101 e, na atual mensuração, reduziu para 78. Em leitos clínicos, nas últimas três semanas o quantitativo passado de 152 para 125, e para 113 na atual mensuração. A melhora resultou no aumento do número de leitos de UTI livres para atender Covid – 19 e também na razão entre leitos livres para cada leito ocupado por paciente Covid – 18.

Para o total do Rio Grande do Sul, houve redução no número de confirmados em leitos clínicos (-4%) e em UTI (-3%), embora os números ainda sejam bastante expressivos – 1. 102 em leitos clínicos e 847 em UTIs. Um dos piores indicadores é o número de óbito por Covid – 19, que aumentou 16% entre as duas últimas quintas-feiras (de 421 para 497).