Prorrogado decreto que limita horário de atividades em Marau

prorrogado-decreto-que-limita-horario-de-atividades-em-marau

Permanece vedado, o funcionamento das atividades consideradas não essenciais, das 21 h às 6h, até 07 / 06

Após reunião da AMPLA – Associação dos Municípios do Planalto, realizada em segunda-feira, 31 / 05, os prefeitos da região decidiram pela prorrogação de decreto que impõe medidas restritivas ao funcionamento das atividades analisadas não essenciais, para fins de controle dos indicadores relativos à pandemia de COVID- 19.

Dessa forma, permanece vedada a restrição de horários para atendimento ao público, bem como permanência de pessoas nos (áreas internas e externos de circulação ou espera) no horário compreendido entre às 31 ele às 6h. A medida entrou em vigência no dia 25 / 05 e encerraria na segunda-feira, dia 31. Ocorre que, segundo o prefeito Iura, presidente da AMPLA, a situação pública a continuidade do emprego urgente de ações preventivas para controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde, um fim de evitar a disseminação do novo coronavírus.

A prorrogação das determinações impostas pelo decreto deve vigorar até o dia 07 / 06 também nos demais municípios de abrangência da AMPLA.

Importante ressaltar que o decreto prevê, ainda, a permissão, após o horário das 21 h, dos serviços de tele-entrega, ficando vedado o procedimento de “pague e leve ”. As imposições estão amparadas pelo Sistema de Avisos, Alertas e Ações – 3As, para fins de monitoramento, prevenção e enfrentamento à pandemia de COVID – 19 no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.