Prefeitura de Caxias revoga o uso obrigatório de máscaras ao ar livre

Prefeitura de Caxias revoga o uso obrigatório de máscaras ao ar livre

Decisão foi feita durante reunião do Gabinete de Crise. A partir desta sexta-feira (11/03), a população pode escolher entre usar ou não a máscara em espaços abertos

Caxias do Sul flexibilizou o uso de máscaras em espaços abertos a partir desta sexta-feira (11/03). A decisão foi do prefeito Adiló Didomenico (PSDB), que permite a circulação sem máscaras ao ar livre, tanto em ambientes públicos como privados. A decisão consta no Diário Oficial do Município e não vale para lugares fechados.

A avaliação foi realizada durante uma reunião do Gabinete de Crise na tarde de hoje. A administração municipal argumenta que há um declínio constante de mortes e novos casos de Covid-19. Dados apontariam que 85% da população estão vacinadas com a primeira dose, 75% com a segunda dose e 34% com o reforço (3ª dose). A nova política ainda está em consonância com a posição da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne). A Amesne defendeu junto ao governo do Estado o fim o uso da máscara em locais abertos.

Durante a reunião, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) apresentou indicadores para corroborar a decisão. Conforme a pasta, a cidade teria cerca de 400 pessoas positivas, das quais 11 estariam em leitos de enfermaria e cinco em Unidades de Terapia intensiva (UTI). Foi comparado que, em março e abril de 2021, 40 pacientes esperavam por um leito de UTI.

A pasta ainda destacou que na terceira semana de janeiro, a cidade tinha perto de 5,4 mil pessoas contaminadas, número que caiu para pouco mais de 700 na última semana de fevereiro.  Mesmo assim, a Prefeitura pede cautela à comunidade para que sigam respeitando os protocolos vigentes.

Outra informação é de que a maioria dos óbitos é de pessoas não vacinadas ou que estão sem o esquema vacinal completo