O Rio Grande do Sul deve receber mais 300 mil doses de vacina contra o coronavírus

Anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde em reunião com governadores

Em reunião do Fórum de Governadores nesta quarta-feira,

/ , o governador Eduardo Leite oficial, por parte do governo federal, uma previsão a respeito de novas doses de imunizantes contra coronavírus. O cronograma foi apresentado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a todos os governadores presentes na reunião. Segundo Leite, o ministro garantiu que, ainda nesta semana, será divulgado no cronograma de fevereiro de março das distribuições por estados.

O Ministério da Saúde prevê a distribuição de uma quantia em torno de 230 milhões de doses de vacinas contra Covid – 19 até julho. Na programação exibida, o ministro incluiu as devida com os laboratórios União Química / Gamaleya e Precisa / Bharat Biotech, que pode garantir ao Brasil a chegada da vacina russa Sputnik V e da indiana Covaxin. Há uma expectativa de que o RS receba nova leva de 300 mil doses na próxima semana. A partir de março, o Ministério da Saúde projeta um aumento significativo da distribuição: 46 milhões de doses, que serão distribuídas entre os Estados levando em conta critérios de população prioritária. O crescimento no número de doses se deve ao início da produção própria da vacina Coronavac, do Instituto Butantan, que deve viabilizar 18 milhões de doses em março, e da Fiocruz , que terá condições de distribuição 12 milhões de doses

O RS já completou quatro remessas de imunizantes contra a Covid – 19. O primeiro lote, com cerca de 341 mil vacinas Coronavac, chegou em 18 de janeiro. Outras 116 mil vacinas da Oxford / AstraZeneca foram recebidas em 24 de janeiro, e a terceira remessa, pouco mais de 53 mil doses da Coronavac, no dia 1º de fevereiro. Em 7 de fevereiro, chegou em torno de 193 mil doses da Coronavac.