Novo aumento de internações por covid-19 preocupação Secretaria da Saúde de Caxias

novo-aumento-de-internacoes-por-covid-19-preocupacao-secretaria-da-saude-de-caxias

Números apresentam elevação desde o início de julho.

Os números de pessoas nas UPAs aguardando leito de enfermaria em hospitais, bem como os índices de atendimento por síndrome respiratória grave incluindo um covid – 19 têm subido gradativamente desde o início do mês. Para se ter uma ideia, no dia 1º três pessoas com suspeita ou confirmação de covid – 19 estavam nas UPAs aguardando leito em hospitais; uma semana depois, no dia 8, eram seis pessoas; e nesta terça-feira pela manhã (13), chegou a 12 pacientes .

Esses pacientes são encaminhados a hospitais pela Central de Regulação de Leitos, no entanto, uma situação acende um alerta: a cada doente com suspeita de suspeita – 19 que ocupa um leito, a vaga no mesmo quarto precisa ser separado até o resultado do exame, para não haver risco de contágio. Ou seja, os suspeitos devem ser qualificados, o que aumenta a sobrecarga no sistema de saúde.

A situação é demonstrada na ocupação de leitos de enfermaria SUS para pacientes com covid – 19 ou suspeitos: no dia 1º, a ocupação era de 66%; uma semana depois, no dia 8, o número chegou a 94%; e nesta terça-feira (13), alcança 74%.

O mesmo cenário de aumento gradativo é observado nos atendimentos clínicos por síndrome respiratória, o que inclui a covid – 19. Na UPA Central, subiu de 156 no dia 1º para 204 na segunda (12); na UPA Zona Norte, 54 pessoas procuraram atendimento no dia 1º e, na segunda, foram 86. A UBS São Vicente, que é referência para casos de síndrome respiratória e suspeitos de covide – 19 também registra índice crescente: 260 atendimentos entre consultas, testes e procedimentos no dia 1º e 446 segunda.