Infectologista alerta para os cuidados necessários após a vacina contra a Covid-19

Especialista tira dúvidas sobre o assunto

Em grande parte do país, a vacinação já começou para grupos prioritários e de risco. Profissionais da saúde e idosos já estão recebendo a primeira dose.

Como os estudos atuais publicados sobre a vacina não foram para avaliar se a pessoa pode ou não se contaminar, mas sim se os sintomas da doença serão menores nas pessoas infectadas em relação às pessoas não vacinadas, dúvidas surgem, entre elas se é possível ser infectado mesmo após ter tomado a vacina e se existe algum efeito colateral?

O médico infectologista, professor do curso de Medicina da Universidade Positivo – Marcelo Ducroquet, fala sobre o assunto em entrevista ao programa Temática na manhã desta terça-feira. Acompanhe.

intranet/userfiles/noticias/eef3ca3777df6ccf9e1a39c185620a02.mp3