Hemocs registra queda de mais de 50% nas doações no mês de janeiro

Hemocs registra queda de mais de 50% nas doações no mês de janeiro

Unidade solicita que população agende a doação de sangue para repor os estoques

Diante do estado crítico dos estoques de diversos tipos sanguíneos como O , O-, A e B-, o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) faz o apelo para que a população realize a doação de sangue.

O assistente social do Hemocs, Rodrigo Moreira, destaca que nestes primeiros meses o número de doações diárias diminuiu e está abaixo do necessário para manter o atendimento da demanda.  “A demanda se mantém a mesma, porém, os candidatos às doações diminuíram em função das férias. No mês de janeiro, nós deveríamos ter 70 doações diárias e nós estávamos com 15, 20 no máximo 30 doações diárias. Isso impactou agora, em fevereiro, com os estoques críticos, podendo prejudicar procedimentos eletivos e urgentes que são realizados em todos os hospitais da região atendidos pelo Hemocentro”.

Outra situação que se apresenta é que a unidade não está conseguindo preencher os horários de doações durante a semana. Aos sábados, a procura é maior e de segunda a sexta cerca de 70% dos horários ficam livres. Moreira lembra que, por lei, os trabalhadores têm direito a um dia de folga por ano para poder realizar a doação de sangue: “ A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), define o direito a uma folga por ano para a doação de sangue. Então, quem é regido pela CLT tem direito a um dia de folga por ano comprovadamente com o atestado da doação de sangue”, explica.

O Hemocs lembra que a colaboração com uma doação de sangue pode salvar até quatro vidas adultas ou seis vidas de crianças e pede que quem se encaixa nos critérios de doação agende um horário para coletar o sangue. Homens podem doar a cada dois meses (não ultrapassando quatro doações ao ano) e mulheres, a cada três meses (não ultrapassando três doações ao ano). O assistente ainda observa alguns prazos relacionados à vacinação e à contaminação pela Covid-19: “A vacina da covid impede a doação por sete dias. Já a Coronavac impede a doação por dois dias. Quem tiver diagnóstico positivo para a covid, precisa aguardar 10 dias contados a partir do fim dos sintomas”.

Para doar, a população deve agendar um horário por meio do WhatsApp (54) 9 8418.8487 ou pelos telefones (54) 3290.4543 e 3290.4536. O atendimento no Hemocs ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (sem fechar ao meio-dia) e, aos sábados, das 8h às 12h.

Tipo de sangue e situação

O : 36 bolsas (crítico)

O-: 06 bolsas (crítico)

A : 08 bolsas (crítico)

A-: 10 bolsas (em alerta)

B : 14 bolsas (estável)

B-: zero (crítico)

AB : 09 bolsas (estável)

AB-: 02 bolsas (estável)

 

Critérios básicos para doação

:: Estar bem de saúde;

:: Pesar mais de 50kg;

:: Dormir, no mínimo, seis horas na noite anterior;

:: Não esteja em jejum;

:: Evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a adoção;

:: Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores;

:: Não fumar por, pelo menos, duas horas antes da adoção;

:: Ter entre 16 a 69 anos, 11 meses e 29 dias; jovens entre 16 e 17 anos precisam da autorização do responsável.

 

intranet/userfiles/noticias/f95664e4e082185bf97ff7b3182c92fe.mp3