HCR fecha setor de emergência, para consultas sem caráter de urgência, por tempo indeterminado

hcr-fecha-setor-de-emergencia,-para-consultas-sem-carater-de-urgencia,-por-tempo-indeterminado

Decisão está baseada na superlotação do local

O Hospital Cristo Redentor de Marau emitiu nota, no final da tarde desta sexta-feira, 06 / 06, informando a suspensão do atendimento para consultas sem caráter de urgência no setor de Pronto Atendimento, por prazo indeterminado. A decisão, segundo o documento, se baseia na superlotação do setor e a utilização de mais de 100% da capacidade técnica da unidade.

A nota também cita a disponibilidade de disponibilidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva no Rio Grande do Sul, além do elevado número de pacientes sob intubação orotraqueal no setor, bem como com o objetivo de manter a segurança dos pacientes e a boa prática médica.

O Pronto Atendimento do Hospital Cristo Redentor fará, neste período, somente o atendimento para os casos de emergência médica, como por exemplo: acidentes de trânsito, infartos, politraumas, acidente vascular cerebral, entre outras situações de emergência.

Veja a nota na íntegra clicando aqui.

Nesta semana, o setor de emergência do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, também comunicou que opera com capacidade máxima. Segundo comunicado da Direção Técnica Médica, a emergência está fechada para consultas devido à superlotação da unidade. “A situação é crítica, e por medida de segurança dos pacientes e da boa prática médica, a Direção Técnica e os médicos plantonistas da emergência suspendem o atendimento de consultas neste setor, por prazo indeterminado”, diz nota encaminhada à imprensa pelo hospital. Enfatiza-se, no entanto, que o atendimento será mantido para casos com risco de morte.