Funcionamento do Castramóvel inicia na semana que vem

Se preferir, ouça o conteúdo no player de áudio
O Projeto Castramóvel de Marau entra em funcionamento na próxima terça-feira, 27/10. Na primeira semana, o trabalho será direcionado para as localidades atendidas pela Estratégia de Saúde da Família do Centro Social Urbano. Serão 20 castrações por semana, mediante agendamento que deve ser feito diretamente na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, pelo telefone 3342.6239. Aline Sarturi, coordenadora da pasta, detalha que o cronograma para as demais regiões será divulgado nos próximos dias. As castrações para cães e gatos (machos e fêmeas) serão direcionadas, preferencialmente, para famílias de baixa renda, que não possam pagar pela cirurgia na rede particular.

Adriano Rozin, médico veterinário e responsável técnico pelo Castramóvel, explica que para realizar a cirurgia, é preciso que o animal tenha no mínimo entre cinco e seis meses de idade. Também há uma série de observâncias que devem ser consideradas, como estar em jejum antes do procedimento. No momento em que a castração é agendada, estes pré-requisitos, segundo ele, são explicados. O profissional também relata que em todo animal atendido pelo Castramóvel será implantado um chip, para que ele possa receber o acompanhamento necessário e, seus tutores, responsabilizados caso aconteçam irregularidades, como maus tratos ou abandono.

Paralelamente ao trabalho de castrações, que objetiva o controle de natalidade e, consequentemente o abandono, serão realizadas ações de conscientização sobre os direitos dos animais. De acordo com Elis Gonçalves, titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente de Marau, o auxílio para as organizações não-governamentais de Marau, que possuem registro como tal, continuará sendo oferecido apesar do trabalho via Castramóvel. Ela reforça que a atual administração já viabilizou, junto às Ongs, mais de 400 castrações.

Se preferir, ouça o conteúdo no player de áudio

O Projeto Castramóvel de Marau entra em funcionamento na próxima terça-feira, 27/10. Na primeira semana, o trabalho será direcionado para as localidades atendidas pela Estratégia de Saúde da Família do Centro Social Urbano. Serão 20 castrações por semana, mediante agendamento que deve ser feito diretamente na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, pelo telefone 3342.6239. Aline Sarturi, coordenadora da pasta, detalha que o cronograma para as demais regiões será divulgado nos próximos dias. As castrações para cães e gatos (machos e fêmeas) serão direcionadas, preferencialmente, para famílias de baixa renda, que não possam pagar pela cirurgia na rede particular.

Adriano Rozin, médico veterinário e responsável técnico pelo Castramóvel, explica que para realizar a cirurgia, é preciso que o animal tenha no mínimo entre cinco e seis meses de idade. Também há uma série de observâncias que devem ser consideradas, como estar em jejum antes do procedimento. No momento em que a castração é agendada, estes pré-requisitos, segundo ele, são explicados. O profissional também relata que em todo animal atendido pelo Castramóvel será implantado um chip, para que ele possa receber o acompanhamento necessário e, seus tutores, responsabilizados caso aconteçam irregularidades, como maus tratos ou abandono.

Paralelamente ao trabalho de castrações, que objetiva o controle de natalidade e, consequentemente o abandono, serão realizadas ações de conscientização sobre os direitos dos animais. De acordo com Elis Gonçalves, titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente de Marau, o auxílio para as organizações não-governamentais de Marau, que possuem registro como tal, continuará sendo oferecido apesar do trabalho via Castramóvel. Ela reforça que a atual administração já viabilizou, junto às Ongs, mais de 400 castrações.

Link para notícia no site Tua Rádio