Esposa e filha são presas suspeitas por crime de homicídio em Ibiraiaras

A Polícia Civil segue investigando um crime que chocou o município de Ibiraiaras, no dia 21/09/20, quando Luiz Alberto Nicolodi, 60 anos, foi morto com tiro na cabeça. No dia do crime, a vítima foi executada dentro da sua residência, na Capela Santa Terezinha, acesso ao bairro Santo Izidoro.

As informações iniciais davam conta de que a esposa e a filha da vítima saíram por volta das 15 horas e foram até a cidade. Quando retornaram, cerca de duas horas depois, encontraram a vítima morta com um disparo de arma de fogo na cabeça, caído sobre o sofá da sala. A casa estava toda revirada, sendo que do local foi roubada uma pistola.

A partir do registro, a Polícia Civil iniciou as investigações, com oitivas, resultado de periciais e busca por informações. Durante quase 30 dias de trabalho, o caso teve um importante passo para a elucidação.

No início da noite desta segunda-feira (19/10) a Polícia Civil de Ibiraiaras, com o apoio de policiais civis de Lagoa Vermelha efetuaram a prisão temporária de duas mulheres de 39 e 60 anos, filha e esposa da vítima, respectivamente, investigadas pelo homicídio de Luiz Alberto Nicolodi.

Segundo a Delegada Alexandra Taube Nunes Ferreira, o fato foi tratado inicialmente como latrocínio, mas a investigação apurou tratar-se de homicídio. As presas foram interrogadas e se reservaram ao direito constitucional de permanecer em silêncio. Após a prisão, ambas foram encaminhadas ao Presídio Regional de Passo Fundo.

Procurada pela reportagem da Tua Rádio Cacique, a Delegada Alexandra Taube Nunes Ferreira, não quis dar mais informações sobre o que foi apurado durante as investigações, pois o inquérito ainda requer muitos encaminhamentos.

A Polícia Civil segue investigando um crime que chocou o município de Ibiraiaras, no dia 21/09/20, quando Luiz Alberto Nicolodi, 60 anos, foi morto com tiro na cabeça. No dia do crime, a vítima foi executada dentro da sua residência, na Capela Santa Terezinha, acesso ao bairro Santo Izidoro.

As informações iniciais davam conta de que a esposa e a filha da vítima saíram por volta das 15 horas e foram até a cidade. Quando retornaram, cerca de duas horas depois, encontraram a vítima morta com um disparo de arma de fogo na cabeça, caído sobre o sofá da sala. A casa estava toda revirada, sendo que do local foi roubada uma pistola.

A partir do registro, a Polícia Civil iniciou as investigações, com oitivas, resultado de periciais e busca por informações. Durante quase 30 dias de trabalho, o caso teve um importante passo para a elucidação.

No início da noite desta segunda-feira (19/10) a Polícia Civil de Ibiraiaras, com o apoio de policiais civis de Lagoa Vermelha efetuaram a prisão temporária de duas mulheres de 39 e 60 anos, filha e esposa da vítima, respectivamente, investigadas pelo homicídio de Luiz Alberto Nicolodi.

Segundo a Delegada Alexandra Taube Nunes Ferreira, o fato foi tratado inicialmente como latrocínio, mas a investigação apurou tratar-se de homicídio. As presas foram interrogadas e se reservaram ao direito constitucional de permanecer em silêncio. Após a prisão, ambas foram encaminhadas ao Presídio Regional de Passo Fundo.

Procurada pela reportagem da Tua Rádio Cacique, a Delegada Alexandra Taube Nunes Ferreira, não quis dar mais informações sobre o que foi apurado durante as investigações, pois o inquérito ainda requer muitos encaminhamentos.

Link para notícia no site Tua Rádio