Diagnóstico precoce auxilia no tratamento de pacientes com paralisia facial

diagnostico-precoce-auxilia-no-tratamento-de-pacientes-com-paralisia-facial

Otorrino alerta para sintomas e causas da paralisia

Em entrevista que concedeu a Tua Rádio Alvorada, o otorrinolaringologista Erik Xavier, chamou atenção para a paralisia facial e a importância de um diagnóstico precoce que garanta a recuperação do paciente. Segundo ele, as causas da paralisia podem variar, mas em qualquer circunstância a descoberta rápida do problema auxilia no tratamento.

Duas hipóteses são possíveis, de acordo com Xavier, a paralisia pode ser periférica, quando toda a metade do rosto fica paralisada, ou central, que normalmente acomete o terço inferior da face, preservando os movimentos da testa. Em situações de trauma (acidentes, quedas, etc) o rosto do paciente tende a paralisar imediatamente. Quando se trata de um acometimento viral, os sintomas são percebidos aos poucos, geralmente com o amortecimento ou formigamento de áreas do rosto.