Dermatologista fala sobre uma queda de cabelo em pacientes com Covi-19

dermatologista-fala-sobre-uma-queda-de-cabelo-em-pacientes-com-covi-19

Este conteúdo está disponível, também, sem áudio da matéria

Coriza, perda do olfato e paladar, sintomas gripais e respiratórios são algumas das manifestações mais comuns da Covid – 19, elas podem vir sozinhas, ou acompanhadas de algum sintoma menos conhecido, como a queda de cabelo ou alergias na pele. Como explica a dermatologista, Paula Magrin, a ocorrência de pacientes com Covid – 19 que relatam uma queda mais aguda dos fios, tem sido mais frequente nos últimos meses.

Esta, aponta ela, é uma das manifestações dermatológicas mais recorrentes. A queda de cabelo tem início de dois a três meses após a infecção e pode afetar tanto os pacientes com casos quanto os casos graves da doença. A boa notícia, é que o sintoma é temporário e reversível, normalmente, a queda mais acentuada ocorre de três meses.

Em alguns casos, não há a queda do fio, mas sim, algumas danificações como ressecamento, quebra e opacidade. Uma boa hidratação e aplicação de vitaminas pode ajudar na recuperação, porém, como explica Paula, a situação irá se reverter sozinha. O importante, aponta ela, é tomar cuidado com algumas receitas caseiras que dependem do caso podem prejudicar o paciente. O diagnóstico correto também é importante, afinal, nem sempre a queda de cabelo vai estar relacionado a Covid – 19, e os casos o tratamento adequado é essencial.