Conselho Municipal de Saúde pede que Prefeitura de Caxias atue na formação técnica de conselheiros

Pedido foi realizado em uma reunião com a secretária da Saúde (SMS), Daniele Mneguzzi. Outras solicitações foram colocadas pela entidade, como a retomada dos mutirões para consultas especializadas

O Conselho Municipal de Saúde de Caxias do Sul entregou demandas da área para a secretária da Saúde (SMS), Daniele Meneguzzi, nesta semana. As solicitações foram apresentadas por ofício pelo presidente da entidade, Alexandre Silva. Os pedidos se concentram na ampliação da cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF) e na construção de Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Para Tua Rádio São Francisco, Silva afirma que a principal pauta é um espaço para formação de conselheiros. Atualmente, o conselho abriga 36 membros titulares e outros 36 suplentes ligados à área da saúde, entidades e movimentos de usuários, além de nomes do governo e prestadores de serviços privados conveniados ou sem fins lucrativos. Ele acredita que os integrantes sentem falta de conhecer os processos administrativos de uma prefeitura, como os trâmites de licitação para escolha de um serviço ou compra de um medicamento. O intuito é entender quais os benefícios e/ou os malefícios de um determinado procedimento licitatório ou para aquisição de material da área, a fim de mostrar os dois lados para a população. Isso vale para a Lei Orgânica do Município, para compreender as pautas da administração municipal e se há legalidade nas ações.

Silva destaca que outro tema é a retomada das cirurgias no Hospital Geral (HG) e no Hospital Pompeia, que estariam represadas devido à pandemia da Covid-19. A falta de medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), cerca de 10 fármacos que não seriam oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no momento, estaria no debate, além da fila de espera por consultas especializadas. Uma das reivindicações colocadas pelo conselho é a volta dos mutirões para diminuir o aguardo por atendimento.

Silva ainda comenta que recebeu algumas respostas da titular da Saúde. Ele ressalta que está programada a retomada dos mutirões para março. A ideia colocada pela entidade é que também sejam oferecidos datas para exames e cirurgias.

A reunião contou também com a presença do diretor-executivo da pasta, Dino de Lorenzi, e de Antônio Carlos Santos e Jocelia Almeida, integrantes da Mesa Diretora.

 

Clique AQUI e confira a entrevista completa.