Conselho Municipal de Saúde cria comitê contra Covid-19 por falta de representantes no Gabinete de Crise

Presidente do conselho, Alexandre Silva, acredita que a Prefeitura de Caxias do Sul poderia incluir membros do órgão no debate para as decisões do combate à pandemia

O Conselho Municipal de Saúde (CMS) oficializou a criação do Comitê Popular de Crise da Covid – 19 na noite desta quinta-feira (11), em Caxias do Sul. O encontro ocorre virtualmente e conta com a participação de membros da sociedade civil e que fazem parte do órgão. Agora, o colegiado possui um grupo que vai discutir, acompanhar e propor ações para a Prefeitura de Caxias do Sul no combate ao vírus.

Para a Tua Rádio São Francisco, o presidente do conselho, Alexandre Silva, afirma que a ideia surgiu em uma reunião ordinária nesta terça-feira (). O motivo foi a falta de participação do órgão nas decisões do Gabinete de Crise do Município, responsável por realizar medidas contra o novo coronavírus. Segundo ele, não há representantes dentro dessa ala da administração e que muitos possuem conhecimento na área da saúde e econômica, podendo auxiliar nas deliberações.

Silva conta que o comitê envolve cerca de 100 pessoas de diversos setores da comunidade caxiense. Os segmentos participantes são de movimentos envolvidos, por meio da União de Associações de Bairros (UAB), sindicatos ligados ao comércio, à saúde e ao poder público, entre outros. Há ainda uma expectativa de que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Caxias do Sul pode fazer parte do projeto.

Mesmo com apenas um dia de criação, o comitê já possui posicionamentos. Silva destaca que o bloqueio é uma das ações necessárias para a disseminação da Covid – 19. Além disso, é proposto fiscalizar as unidades de saúde do município e as resoluções do executivo municipal para pandemia.

Clique AQUI e confira uma entrevista completa.