Com aumento no número de casos diários da Covid-19, Vigilância Epidemiológica de Caxias salienta importância do isolamento social

Em 10 dias, foram 133 novos registros da doença no município. Secretaria da Saúde reforça campanha #fiqueemcasa e #cuidedesuafamília

Há mais de uma semana, Caxias do Sul vem registrando uma média de 10 novos casos por dia da Covid-19. Em 31 de maio eram 180 notificações da doença. Nesta quarta-feira (10) o Município confirmou que o total já chega a 313 casos, ou seja, houve um aumento de 133 registros em 10 dias.

Diante dos números, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) reforça a necessidade de que a população mantenha o isolamento social e saia de casa somente se necessário.  “Percebemos um aumento do número de casos em Caxias do Sul, isso tem sido um reflexo do aumento da circulação das pessoas nas ruas. Também há pessoas descumprindo o decreto estadual do uso da máscara, ou usando a máscara de forma inadequada. Então lançamos essa campanha de conscientização da população para que não relaxe com relação às medidas, ficando em casa sempre que for possível e ao sair de casa usar sempre a máscara”, salientou a diretora das vigilâncias em saúde de Caxias do Sul, Andréa Dal Bó. A campanha da SMS é veiculada nas redes sociais da pasta e utiliza as hashtags #fiqueemcasa e #cuidedesuafamília.

Durante entrevista na Tua Rádio São Francisco, Andréa destacou que a eficácia do isolamento é comprovada em um dado coletado junto às Unidades Básicas de Saúde do Município, que apontam que no mês de maio houve diminuição da procura por atendimento pediátrico em decorrência das infecções respiratórias. No ano passado, foram 10.843 consultas de pediatria nas UBSs. Destas consultas, 333 crianças estavam com infecção aguda das vias respiratórias. Já neste mês de maio passado, foram 3.305 consultas, com 28 crianças com infecção aguda. Uma queda de mais de 7,5 mil crianças que deixaram de procurar o sistema de saúde. “Isso se deve ao distanciamento, ao fato de elas não estarem frequentando as escolas e estarem ficando mais em casa. Isso reduz de uma maneira geral a circulação de outros vírus respiratórios, que são frequentes nessa época”, ressaltou.

A diretora das vigilâncias em saúde ainda chamou atenção para os cuidados que precisam ser redobrados com a chegada dos dias frios, para a necessidade da população buscar a vacina contra a gripe e para o cuidado com os grupos de risco, principalmente idosos. Ouça a entrevista completa AQUI.  

Link para notícia no site Tua Rádio