Com 193,2 mil novas doses, RS iniciará imunização de idosos com mais de 85 anos

Formato da vacinação deste público, porém, ainda está sendo definido

O Rio Grande do Sul deve receber, neste final de semana, cerca de 193 mil novas doses da Coronavac. Com esta quarta remessa de imunizantes contra a Covid – 19, enviada pelo Ministério da Saúde, o governo estadual pretende iniciar a segunda fase de imunização, incluindo acima de idosos 85 anos, além de ampliar a vacinação dos profissionais da saúde. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite e pela secretária da Saúde, Arita Bergmann, em vídeo publicado nas redes sociais nesta sexta-feira, 05 / 02.

“A nossa expectativa é de que, com essas doses, a gente vai fazer, ao longo dos próximos dias, a imunização de 43% da população acima dos 85 anos aqui no Rio Grande do Sul. Além disso, tendo em vista que uma parte maior dos idosos está vivendo no litoral, em função até do isolamento, estamos garantindo o repasse considerando a realidade essa ”, destacou o governador.

Todas as 193, serão repassadas 2 mil doses, sem reserva. Do total previsto, aproximadamente 147 mil destinam-se aos idosos, montante suficiente para atingir cerca de 43% população com mais de 85 anos. As outras cerca de 43, 2 mil doses servirão para alcançar em torno de 46% dos profissionais que trabalham em unidades de saúde no Estado. O Ministério da Saúde ainda não informou uma previsão de dados e horário de envio das vacinas para os Estados. Assim que chegarem ao solo gaúcho, a Secretaria de Saúde distribuirá para as Coordenadorias Regionais – no nosso caso, a 6ª CRS sediada em Passo Fundo, que fazem o repasse aos municípios. Os quantitativos por região e cidade ainda estão sendo calculados.

A recomendação da SES é para que seja feito um pré-cadastro da população-alvo e, se possível, com agendamento prévio, de forma a evitar aglomeração nos locais de vacinação e também desperdício, já que cada frasco- ampola da Coronavac contém dez doses que devem ser aplicadas de forma sequencial e imediata. Ainda de acordo com o governo estadual, cabem às prefeituras organizar a aplicação das doses e divulgar aos moradores como ocorrerá o processo em cada município. A Tua Rádio Alvorada busca esses detalhes na próxima semana.

intranet/userfiles/noticias/e87b83bf0a5ada51724495d41adb9c05.mp3