Caxias do Sul segue em “Alerta” no sistema 3As com aumento nos óbitos e baixo índice de segunda dose da Covid-19

caxias-do-sul-segue-em-“alerta”-no-sistema-3as-com-aumento-nos-obitos-e-baixo-indice-de-segunda-dose-da-covid-19

Gabinete de Crise do Governo do Estado emite seções das regiões sobre a situação do novo coronavírus nesta quarta-feira (30 / 06)

A região de Caxias do Sul segue no estado de “Alerta” no sistema 3As de monitoramento contra Covid – 19 do Governo do Estado. A comunicação foi realizada na quarta-feira (30 / 06), pelo vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, após reunião do Gabinete de Crise. Caxias do Sul se junta a mais 11 regiões que também estão mantidas no “Alerta”.

Conforme as justificativas, a região apresenta uma taxa de mortalidade acumulada de 7, 41 para cada 100 mil habitantes na última semana. Um aumento de 21, 3% em relação à semana anterior, representando a 5ª maior do estado dentre as 21 regiões Covid – 19. Se observar os dados de vacinação, Caxias apresenta 13, 5% da população vacinada com uma segunda dose, ou seja, a 5ª pior proporção de vacinação no Rio Grande do Sul. Por outro lado, o governo estadual atestou que diminuiu o número de internados em UTI, uma redução de 9,3%, entre suspeitos e confirmados. Sobre os casos confirmados, foi vista a diminuição em 21, 5% em comparação à semana anterior. São 342, 2 novas ocorrências para cada 100 mil habitantes, descobrindo na 6ª pior resultado do estado. Por fim, a ocupação dos leitos clínicos caiu para 11, 1%. Nos últimos três dias, foi detectado um aumento.

As regiões de Bagé, Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santa Rosa e Uruguaiana seguindo com Alerta dentro do Sistema 3As

Por outro lado, a equipe técnica do GT Saúde e do GT Protocolos sugeriu a retirada dos Alertas de Santa Cruz do Sul e Santo Ângelo. Desde a implementação do novo sistema, em maio, ainda não houve ocorrido a retirada de um alerta.