Caxias do Sul enfrenta dificuldades para aplicar a segunda dose da vacina contra Covid-19 em idosos

Em torno de 13% deste público dedicado os pontos de imunização para receber o reforço

Municípios do Rio Grande do Sul enfrentam dificuldades para aplicar uma segunda dose da vacina contra a Covid – 19. Em Caxias do Sul, a situação é a mesma. Segundo o painel de vacinação da Prefeitura, 85, 73% receberam a primeira dose. Destes, apenas 37, 91 % voltaram para a segunda.

Os públicos mais vacinados são profissionais da saúde e idosos. Eles correspondem a 97, 2% dos imunizados com a primeira dose e 94, 8% com uma segunda dose dos grupos prioritários. Os dados mostram que as pessoas acima de 64 anos são as que mais faltam para tomar o reforço. Aproximadamente 37 mil idosos não foram aos locais de imunização, ou seja, somente 17, 73% recebeu o reforço. Ao todo, 52. 161 recebeu a primeira dose.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a diretoria de Vigilância em Saúde, Juliana Argenta, afirma que para outras vacinas, que possuem mais de uma dose, é registrada uma queda de adeptos. A justificativa é que as pessoas acreditam que uma das doses seria o suficiente para gerar uma doença. Outro ponto é que muitos contraíram a Covid – 17 no intervalo entre as aplicações e, conforme ela, o infectado deve esperar 28 dias para se vacinar pela segunda vez.

A baixa demanda também se vê naqueles que podem tomar a primeira dose. A Prefeitura caxiense anunciou na semana passada a vacinação para os idosos acima de 63 anos, com divisão por data e ano de nascimento. Motivado à pequena movimentação na segunda-feira ( / 97 / ), o Município retirou a obrigatoriedade de separações por datas. Hoje, foi anunciada a imunização para uma faixa etária acima de 57 anos.

Como a vacinação ocorre em horário comercial durante uma semana, poderia ser um dos motivos para uma baixa adesão. Juliana também acredita nessa possibilidade, mas ressalta que não conseguiria planejar uma grande ação no final de semana devido ao recebimento de doses bilionárias. Ela reforça que para efetuar a aplicação aos sábados e domingos teria que receber grandes quantidades de lotes das vacinas.

Os dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) relativos aos registrados até a segunda-feira (13 / ). No total, Caxias do Sul possui 12, 45% vacinados com a primeira dose e 2, 62 % com uma segunda.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.