Capão Bonito do Sul confirma presença do vírus da febre amarela em primata encontrado morto

O macaco foi encontrado na localidade de Barretos

A Secretaria de Saúde de Capão Bonito do Sul informou na tarde desta quinta-feira, dia de fevereiro, que houve a confirmação da presença do vírus da febre amarela em um primata encontrado morto na localidade de Barretos, interior do município.

Segundo nota, como sobra que testaram positivo foram coletadas em 10 de fevereiro. O vírus é transmitido por mosquitos dos gêneros Sabethes e Haemagogus, que são insetos diurnos e vivem em ambiente de mata nativa. Como estão nas copas das árvores, onde também estão os macacos, acabam se alimentando do sangue dos primatas e os contaminando. Apesar disso, o macaco não transmite doença para o ser humano.

Para que uma população possa se prevenir, estão sendo oferecidas vacinas contra a febre amarela. Pessoas acima de 9 meses de idade devem imunizar. A Secretaria de Saúde comunica que a vacinação é realizada nas sextas-feiras na Unidade de Saúde e solicitações aos cidadãos que não possuem nem uma dose de vacina que compareçam aos locais de vacinação para receber o imunizante.
Os sintomas, em geral, surgem até 6 dias após a picada pelo mosquito infectado. A pessoa pode apresentar febre alta (maior que 37, 8 ºC) e de início súbito, mal estar, dor de cabeça, dor muscular, calafrios e icterícia (coloração amarela da pele e olhos). Podem surgir também náuseas, vômitos e diarreia.
Quem encontrar macacos mortos na região, deve entrar em contato imediatamente com a Secretaria da Saúde pelo número (54) 3625 3025 ou (54) 99603 2587.

Lagoa Vermelha também aguarda o resultado de testes realizados em dois macacos encontrados no interior.