As UPAs de Caxias do Sul estão superlotadas com mais de 100% de ocupação

Dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apontam para um represamento dos atendimentos nas próximas horas

As duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Caxias do Sul registram superlotação nesta terça-feira (03 / 16 / ). Até o fim desta reportagem, uma UPA Central contabilizava 175% de ocupação, enquanto uma UPA Zona Norte possuía 130% de lotação. Com estes dados, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) afirma que os atendimentos nos locais podem ser represados ​​nas próximas horas.

A grande demanda vem do aumento de casos da Covid – 19 na cidade, que impacta na entrada de pacientes com doença nas unidades . O temor é que haja esgotamento nos espaços. A preocupação foi desabafada pelo diretor da rede municipal de Urgência e Emergência da pasta, Fabio Baldisserotto., Em entrevista à Tua Rádio São Francisco. Segundo ele, a situação é preocupantes e todos os leitos das unidades estão ocupados. Na segunda-feira (15) foram abertos seis novos leitos, mas todos foram ocupados pela noite. É citado que muitas pessoas na UPA Central fornecem de torpedos de oxigênio, porque não há disponibilidade de pontos de oxigênio na rede de saúde.

Baldiserotto pede que uma comunidade obtenha como duas unidades apenas se apresentarem quadros graves da doença, como falta de ar excessiva ao realizar atividades do cotidiano. Quem tiver sintomas leves, necessitar de um tratamento inicial ou precisar de atestado médico para fazer o isolamento social de 15 dias, é pedido que obter como Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Ele conta que essa medida é para evitar aglomerações e tempo de espera nas UPAs.

Um SMS pede para que a comunidade tome todas as medidas possíveis para evitar o contágio pelo coronavírus, porque os sistemas de saúde estão além do limite. O uso da máscara, o distanciamento social, evitar aglomerações e fazer higiene das mãos são medidas fundamentais.

Clique AQUI e confira uma entrevista completa.