Congregação para as Causas dos Santos aprova documentos do processo de beatificação do Frei Salvador Pinzetta

Decisão foi comunicada na última semana

O processo de beatificação do Frei Salvador Pinzetta avançou mais uma etapa no Vaticano. A Congregação para as Causas dos Santos concedeu uma avaliação favorável a toda a parte burocrática e jurídica, ou seja, aprovou os documentos enviados do Brasil que tentam comprovar um milagre atribuído à intercessão do religioso.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o Vice-Postulador da Causa de Beatificação, Frei Sérgio Dal Moro falou, sobre os próximos passos do processo. Até junho deve ser concluída a sintese do processo, que será redigida pelo postulador geral Frei Carlo Calloni.

Ainda há outras etapas como avaliação do presumido milagre – que se trata da cura de uma pessoa doente – por juntas médicas. Esse é um dos últimos passos para a beatificação do agora Venerável Frei Salvador Pinzetta. Ainda não foram divulgados detalhes sobre o presumido milagre por questão de sigilo, apenas depois de receber o aval e confirmação do Vaticano é que ele pode ser publicado.

O processo de beatificação de Frei Salvador Pinzetta tramita no Vaticano desde 1977, cinco anos após a morte do frei capuchinho, ocorrida em 31 de maio de 1972. Natural de Casca, Pinzetta atuou na cidade de Flores da Cunha, na região da Serra Gaúcha, onde trabalhava no Convento dos Capuchinhos, na horta e também como ministro da eucarística. Era reconhecido pela sua ação e auxílio aos pobres.

O inquérito diocesano sobre a vida, como virtudes e a fama de santidade de Frei Salvador Pinzetta estava sendo analisado desde 2012 na Congregação das Causas dos Santos no Vaticano, já a documentos comprobatória do presumido milagre foi enviada no ano passado.

Ouça a entrevista completa no link acima da foto.

intranet/userfiles/noticias/4805d41a6b02fb21c663ead0adf6340c.mp3