Vereadores aprovam projeto de lei que reconhece a Praça Dante Alighieri como patrimônio imaterial

Projeto da vereadora Denise Pessôa (PT) irá para a sanção do prefeito

O Legislativo caxiense aprovou, por maioria de votos, na sessão ordinária da última terça-feira (27 / ), o projeto de lei que reconhece a Praça Dante Alighieri como patrimônio cultural de natureza imaterial do município de Caxias do Sul. Idealizado pela vereadora Denise Pessôa (PT), o texto justifica que se trata do espaço público mais antigo e tradicional da cidade, com planta definida desde os primórdios da ocupação do território local. Apenas o vereador Elizandro Fiuza (Republicanos) votou contra.

Conforme a autora do projeto, pela sua antiguidade, e por ter desde o início da colonização sido o palco de uma série de eventos marcantes na vida comunitária, sediando, inclusive várias edições das primeiras Festas da Uva, a praça está carregada de memórias e tradições, que devem ser preservadas mesmo antes do progresso acelerado da cidade. “Esse projeto na esteira daquele debate em função da possível reforma lá em 2019, ainda no governo do ex-prefeito Daniel Guerra, em que foram selecionados várias mudanças importantes da praça, e que foram bastante questionadas. Nesse debate, faltavam elementos para a preservação da praça ”, disse a vereadora.

Em declaração de voto, o vereador Felipe Gremelmaier (MDB) também relembrou a possibilidade da reforma da praça em 2019. “A gente sabe o quanto foi complicado e tenso esse momento em que se emenda em alterar a configuração da praça. Tenho certeza de que a iniciativa da vereadora Denise é muito importante, até porque revitalizar é muito diferente de alterar, e essa iniciativa proíbe a alteração da configuração da praça, porque é um marco histórico ”, disse.

O vereador Lucas Caregnato (PT) também destacou a importância do projeto. “São ações importantes, não só na Praça Dante, como em outras praças, para que nenhum governo ou nenhum gestor com justificativas estapafúrdias, queiram modificar ou agredir a história da nossa cidade”, disse.

O projeto agora segue para sanção do prefeito Adiló Didomemico (PSDB).

intranet/userfiles/noticias/8fdaf2324bb2653bdc8089971db9605d.mp3