Governador Eduardo Leite suspende cogestão do Modelo de Distanciamento Controlado

Com a medida, que vale a partir de sábado (27), municípios devem seguir restrições do plano estadual

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul anunciou, na tarde desta quinta-feira (25), a suspensão da cogestão do Modelo de Distanciamento Controlado. A decisão foi comunicada pelo governador Eduardo Leite, durante reunião com Federação da Associação de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). Inicialmente a medida valerá a partir deste sábado (27/02) até o próximo domingo (07/03). Assim, as regiões em bandeira preta, como Caxias do Sul, não poderão adotar as regras mais brandas da classificação vermelha e deverão seguir as restrições do plano estadual.

Ouça AQUI a fala do governador Eduardo Leite.

Pelas regras da bandeira preta e com a suspensão do Modelo de Cogestão, restaurantes podem funcionar apenas com 25% da equipe de trabalho para o atendimento com telentrega e drive-thru. Essa regra também vale para lanchonetes, lancherias e bares. Salões de cabeleireiro e barbeiro permanecem fechados, assim como serviços domésticos.

Para o setor de comércio varejista de produtos alimentícios (mercados, açougues, fruteiras, padarias) fica permitida a presença de uma pessoa, com máscara, para cada 8m² de área útil de circulação, respeitando limite do PPCI. O mesmo critério é válido para postos de combustível e para o comércio varejista de itens essenciais, tanto de rua como em shoppings e centros comerciais.