Comunidade da Zona Norte de Caxias do Sul pede uma reativação do quartel do Corpo de Bombeiros da região

comunidade-da-zona-norte-de-caxias-do-sul-pede-uma-reativacao-do-quartel-do-corpo-de-bombeiros-da-regiao

No final de semana, lideranças comunitárias realizaram um mutirão de capina e limpeza do espaço

A comunidade da Zona Norte de Caxias do Sul pede a reativação do quartel do Corpo de Bombeiros da região, localizado na RS 386, bairro Pôr do Sol. No último sábado (06 / ), representantes das Associações de Moradores de Bairro (Amob) de Belo Horizonte, Jardim das Torres, Santa Fé e Vila Ipê realizaram um trabalho de limpeza e roçada do local . A marca uma ação feita após o fechamento do espaço.

Inaugurada em 2011, uma unidade incorporada um investimento de R $ 550 mil para a abertura. O montante veio do orçamento da Prefeitura e do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). O prédio foi desativado no ano de 2016. A justificativa foi a falta de quadro de pessoal para manter o atendimento à população. O lugar sofre depredações desde então, como pichações e furto das instalações elétricas, hidráulicas e até do telhado. Conforme relatos, o lugar serve também como ponto de consumo de drogas.

Para a Tua Rádio São Francisco, o presidente da Amob Belo Horizonte, Joevil Reis da Silva, relata que a reabertura é necessária, pois a região vem registrando um número considerado de incêndios e, como a Zona Norte seria afastada da cidade, o auxílio dos bombeiros demoraria a ser realizado. Ele afirma que, desde 2017, a comunidade aquisição a reativação e teria sido prometida a volta do funcionamento do quartel. Além disso, foi efetuado um abaixo-assinado eletrônico com os moradores e iniciado um trabalho em conjunto com a Câmara de Vereadores da cidade.

Silva se refere a instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Reforma e Reabertura do Quartel de Bombeiros da Zona Norte, criada pelo Legislativo caxiense em janeiro deste ano. Segundo dados fornecidos pela frente, o prédio atendia 100 mil habitantes de 32 bairros da região. O número representaria 20% das ocorrências de sinistros do município. O presidente do grupo, o parlamentar Zé Dambrós (PSB), conta que a frente já conseguiu um pedido de informações do Governo do Estado sobre os recursos do Funrebom e que teria verba pra reestrutura do espaço da Zona Norte. Ele comenta que será encaminhado ao Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul o pedido de efetivo para o quartel. O eram soldados. Em março, o vereador solicitou um pedido ao Município para orçar o trabalho de reforma, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan).

O debate ganhou força com um incêndio que atingiu cerca de quatro residências na Vila Sapo, no bairro Serrano, na semana passada. Em 2012, a mesma região foi cenário de um sinistro que atingiu pelo menos 20 casas, duas crianças e um adolescente e também famílias desabrigadas.

intranet/userfiles/noticias/fc91cc2c658fb37a386b556f5662b6b7.mp3