Quatro riscos ambientais que podem comprometer o turismo e a economia do Brasil

Especialista aponta os desafios que comprometem o desenvolvimento do país no setor

Rico em biodiversidade e paisagens naturais, o Brasil é o País número um em atrativos naturais na América Latina e segundo no mundo, segundo o ranking de 2019 do Relatório de Competitividade em Viagens e Turismo do Fórum Econômico Mundial. O segmento turístico foi responsável por movimentar cerca de 8,1% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, totalizando US$ 152,5 bilhões, conforme estudo do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, em inglês). A pesquisa também aponta que o setor empregou 6,9 milhões de pessoas, correspondendo a 7,5% do total de postos de trabalho criados no Brasil.

Entretanto, eventos que colocam a natureza em risco – muitos provocados pela intervenção humana – podem prejudicar as atividades turísticas e a geração de renda no País. O derramento de óleo, as queimadas, o turismo predatório e o desmatamento são entraves que comprometem o turismo e a economia brasileira.  

A coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Marion Silva, falou sobre o assunto em entrevista ao programa Temática na manhã desta sexta-feira. Confira na íntegra.

 

Link para notícia no site Tua Rádio