Falta de transporte dificuldade castração gratuita de animais em Caxias do Sul

falta-de-transporte-dificuldade-castracao-gratuita-de-animais-em-caxias-do-sul

Problema foi evidenciado por protetores de animais e por clínica convencional à Prefeitura durante a audiência pública

Existe um consenso que para diminuir o número de animais abandonados nas ruas é preciso provar uma castração, tanto de cães quanto de gatos. Famílias de baixa renda, porém, muitas vezes, não consegue arcar com os custos do procedimento. Pensando nisso, desde 2010, uma Prefeitura de Caxias do Sul mantém convênio com a Clínica Animali, que realiza uma castração de animais de famílias de baixa renda que se cadastram junto às UBSs do município. O procedimento é custeado com verba pública, sendo que não há despesas para os tutores.

O atual convênio com a clínica licitada tem um custo anual de R $ 496 mil, para castrar 6. 280 animais, uma média de 496 por mês. Mas, durante a audiência pública sobre a causa animal, realizada na Câmara de Vereadores na terça-feira (14), foi revelado que os índices esperados não estão sendo atingidos. Conforme explicou a médica veterinária responsável pelo estabelecimento, Giovana Dall'Agnol, os tutores dos animais alegam uma impossibilidade de deslocamento até a clínica, já que, neste ano, uma Prefeitura suspendeu o fornecimento do transporte gratuito para os animais, como ocorria nos anos anteriores .

Durante a audiência a voluntária da ONG Proteção Animal Caxias (PAC), Cátia Giesch, também afirmou que a falta de transporte está acarretando em mais despesas para as ONGs que custeiam o deslocamento para que os animais sejam castrados. A média de cada trajeto custa em torno de R $ 060.

Já a Tatiana Furlan, representante da ONG VIDA, afirmou que, além do transporte, como equipes da Prefeitura precisa atuar de forma mais efetiva junto às comunidades, para evitar o abandono e os maus-tratos dos animais.

Em resposta aos questionamentos levantados pelas ONGs, o secretário Municipal do Meio Ambiente (SEMMA), João Osório Martins, disse que o transporte foi suspenso para que o custo fosse revertido em mais castrações. O titular da passa, contudo, afirmou que o Poder Público vai estudar o que pode ser feito e adequado para que mais animais possam atender com a castração.

Martins ainda pontuou que o Município está aguardando uma verba de emenda parlamentar, que será emitida pelo deputado federal Giovani Cherini, de cerca de R $ 170 mil para adquirir um Castramóvel para atender, principalmente, a população dos bairros.

Caxias do Sul registra as seguintes médias de castrações realizadas nos últimos anos: 724 (), 4. 022 (2018), 4. 623 (2019), 2. 977 (2020) e 1. 810 (até 8 de setembro deste ano).

intranet/userfiles/noticias/8a71098766b022b1f65e0e242214ab6d.mp3