​Caravana AMRIGS circula cidades do Estado para debater o uso excessivo de agrotóxicos nos alimentos

O objetivo é debater os impactos da saúde e reforçar o fenômeno da subnotificação

Erechim foi a última cidade a ser visitada pela Caravana da AMRIGS –  Associação Médica do Rio Grande do Sul na última quarta-feira, dia 27. O tema foi apresentado na localidade pela especialista em Medicina do Trabalho e em Toxicologia Aplicada, Virgínia Dapper que é graduada em Medicina e possui Residência Médica em Medicina Preventiva e Social, e também pela graduada em Biologia e em Direito, Vanda Garibotti. Ela também é especialista em Saúde Pública, Mestre em Saúde Coletiva e especialista em Direito Sanitário.

Conforme as profissionais, a proposta da Caravana é debater os impactos da saúde e reforçar o fenômeno da subnotificação. Há diversos tipos de câncer que estão relacionados à exposição aos agrotóxicos, o que torna o assunto muito relevante. A Caravana propõe diretrizes terapêuticas e diagnósticas de intoxicação por agrotóxicos do Ministério da Saúde.

Em entrevista ao programa Temática na manhã desta quarta-feira, a especialista Virgínia Dapper, afirmou que a intenção é levar ao conhecimento do setor público a importância da discussão do problema. Confira a entrevista na íntegra.

 

Link para notícia no site Tua Rádio