UCS realiza especialização em intervenção voltada ao Transtorno do Espectro do Autismo

Parceria com o UniTEA já tem a primeira turma formada

O curso de especialização da Universidade de Caxias do Sul em Intervenção ABA para Autismo e Comorbidades tem início no dia 15 de maio, com o objetivo de formar profissionais capazes de utilizar uma Análise Aplicada do Comportamento. A proposta é que você pode planejar e coordenar serviços para com diagnóstico de Transtorno do Espectro do Autismo de acordo com os critérios da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Experimental.

A formação é voltada para diplomados em curso superior que atuem junto a pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo, seja na prática, em Centros de Atenção Psicossocial, em entidades que prestam suporte a pessoas com deficiência ou em espaços de atendimento educacional especializado em escolas regulares.

Dentre as disciplinas necessárias para neurobiologia básica e do autismo, análise do comportamento, análise aplicada da política aplicada e comportamento verbal, características diagnósticas do TEA, instrumentos de avaliação do desenvolvimento, técnicas de observação e registro do comportamento, intervenção em dificuldades alimentares e desfralde e práticas de avaliação.

As aulas ocorrem de forma quinzenal, aos sábados e domingos, e totalizam a carga horária de 360 horas-aula.

A diretora do programa TEAtualizar do UniTEA (Instituto Unidos pelo Autismo), Ivonete Gaike, sobre o assunto e uma parceria com a UCS em entrevista ao programa Temática na manhã desta sexta-feira. Confira na íntegra.

A saber: As inscrições para a especialização ainda estão abertas no site ucs.br.

intranet/userfiles/noticias/9865b58b4d65d2fc9891c1ef0d23c2d6.mp3