UCS indica advogado para o Conselho Nacional de Proteção de Dados

Raphael Di Tommaso, que possui escritório de advocacia em Caxias do Sul, representa o Rio Grande do Sul na disputa de uma das 23 cadeiras

A Fundação Universidade de Caxias do Sul indicou o advogado Raphael Di Tommaso, especialista em direito digital e proteção de dados, para ocupar uma das três cadeiras destravadas às instituições científicas, tecnológicas e de inovação no disputado Conselho Nacional de Proteção de Dados e Privacidade. O Conselho Integra a Autoridade Nacional de Proteção de Dados, entidade responsável por regulamentar a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que entrou em vigor no dia 18 de setembro do ano passado.

O advogado é sócio do Frederico Cattani & amp; Raphael Di Tommaso Advogados Associados, que possui sede em Caxias do Sul, e com três certificações internacionais em proteção de dados, privacidade e segurança da informação, Di Tommaso atua na área de proteção de dados há anos. Formado em direito pela UCS, com especialização em direito digital pela Fundação Universidade do Ministério Público, o profissional participa de entidades importantes da Serra Gaúcha, como CIC, OAB, Trino Polo, AANERGS e Acelera Serra. O advogado também tem feito palestras e participado de diversos eventos sobre o tema, inclusive nacionalmente, como foi o caso do ENASTIC Ministério Público, promovido pela Escola Superior do Ministério Público de São Paulo em fevereiro deste ano.

Di Tommaso concedeu entrevista ao programa Temática sobre o assunto. Confira na íntegra.

intranet/userfiles/noticias/d1d7ed198dadfc938014c7fe5a444b45.mp3