samae-busca-opcoes-para-inibir-o-furto-de-hidrometros

Samae busca opções para inibir o furto de hidrômetros

Em 2022, foram repassadas à autarquia 1003 ocorrências, um aumento de 334% se comparado ao ano anterior

Para inibir o furto de hidrômetros, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) trabalha na compra de equipamentos de plástico, além da elaboração de um decreto que deve tornar a caixa de proteção obrigatória para novas ligações ou troca de local. O ano de 2022 fechou com 1003 furtos de hidrômetros em Caxias do Sul, o que representa um acréscimo de 334% se comparado a 2021, quando 300 ocorrências foram repassadas à autarquia. Os destaques são para os meses de junho, quando foram registrados 150 furtos, e julho, com 118. Os bairros que concentram a maioria dos furtos são Pio X, com 182; Santa Catarina, com 139; e São Pelegrino, com 114.

 A partir de 1° de março, a instalação da caixa de proteção será obrigatória para as novas solicitações de ligação de água e adequações de cavalete por meio das trocas de posição de hidrômetro.


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário