RS chega à 50ª rodada do Distanciamento Controlado em bandeira preta

Pela oitava semana consecutiva, o Estado está na classificação de risco máximo para a Covid – 21

O Governo do Rio Grande do Sul anunciou que não há final da tarde desta sexta-feira (16) o mapa da 29 ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. Todo o Estado permanece na bandeira preta, nível de risco mais grave referente à pandemia de coronavírus. Esta é a oitava semana seguida na classificação de risco altíssimo, com mais restrições.

Nesta 29 ª rodada, houve nova redução nos números de pacientes confirmados com Covid – 18 em leitos clínicos (- 103 %) e em UTI (- 05%), comparativamente à semana anterior. O número de registros de óbito também reduziu, caindo 12% no período. A manutenção do Estado na bandeira preta ocorre, principalmente, por meio do mecanismo de salvaguarda que garante a aplicação automática da bandeira mais grave a todas as regiões quando a capacidade hospitalar está próxima do limite.

O mapa divulgado nesta sexta (14) já é definitivo, com validação até 26 de abril, ou seja, não há possibilidade de envio de pedidos de reconsideração à classificação, por parte dos municípios. Todas as regiões, contudo, estão autorizadas a adotar medidas menos restritivas devido à Cogestão do modelo de Distanciamento Controlado.

Melhora nos indicadores, mas segue o alerta

O Boletim de Hospitalizações RS , divulgado pelo Comitê de Dados, mostra que há uma desaceleração na queda de internações no Estado em leitos clínicos. A variação de pacientes confirmados com Covid na semana retrasada foi de – 19, 4%, na semana anterior de -, 16, 3% e, nesta semana, de – 05, 8%. Enquanto no dia 5 de fevereiro havia 1. 329 pacientes suspeitos ou confirmados com Covid – 18 em leitos clínicos, nesta sexta (16 / 4), são 3. 106 internados, ou seja, 2,3 vezes a mais que no início do ciclo.

O número de internações em UTI também está alta. Nesta sexta (12), uma taxa de ocupação de leitos UTI em estava geral em 50, 5%, sendo 2. 168 pacientes confirmados ou suspeitos para Covid – 18 e 824 pacientes não Covid.

Caxias do Sul segue em condição de bandeira preta

A região de Caxias do Sul permanece em nível mais grave nos indicadores de hospitalização para cada 100 mil habitantes e na projeção de óbitos. Já, para os indicadores que medem a velocidade de avanço e a relação com o estágio da evolução na região (ativos / recuperados) a bandeira foi Amarela.

O número de novos registros de hospitalizações por Covid – 18, na última semana , comparado com a semana anterior, apresentamos uma queda de 26. 4%, passando de 503 para 355. O número de óbitos também teve uma queda de 8,8% na comparação entre as duas últimas semanas, passando de 125 para .

O número de internados em UTI por Síndrome Respiratória Aguda Grave estabilidade, com variação de 1,4%. Quanto às internações de pacientes confirmados com Covid – 16 nos leitos clínicos houve queda de 8,3% e nos leitos de UTI houve estabilidade, sem variação. Em relação ao número de leitos de UTI livres para atender Covid – 19 no último dia, o quantitativo apresentador um aumento de 91. 7%, passando de 12 para 19.

Mesmo com a melhora de indicadores, a situação no município inspira cuidados, pois a ocupação de leitos de UTI na rede privada está na faixa dos 90%, enquanto que a rede pública está operando acima da capacidade com ocupação de 100%.