Rio Grande do Sul fica na bandeira preta por mais uma semana

A ocupação elevada dos hospitais foi o principal motivo para a manutenção do alerta máximo para Covid – 19

O Governo do Rio Grande do Sul divulgou o mapa do Distanciamento Controlado no final da tarde desta sexta-feira (23 / 04). Todo o estado existente na bandeira preta, por mais uma semana. Essa é uma semana consecutiva que o RS fica no nível de risco mais elevado referente à pandemia de Covid – 19. O mapa da 51 ª rodada tem vigência até 3 de maio. Como todas as regiões estão em cogestão, podem ser adotados protocolos até o nível de bandeira vermelha.

Nesta rodada, houve melhora, na média estadual, no número de internados por Covid – 19 em leitos clínicos, com uma queda de 19 em leitos clínicos, com uma queda de 12%; as internações em UTIs também diminuíram 10%. O número de registros de óbitos reduziu 24% em relação à semana passada.

A manutenção de todas as regiões Covid – 19 na bandeira preta ocorre devido à segurança do modelo que coloca as regiões nessa cor mesmo que alguma tenha ficado com a média mais baixa. A salvaguarda da bandeira preta é acionada quando a ocupação dos hospitais ainda está em nível elevado, próximo aos níveis de superlotação.

Nesta sexta (23) o governador Eduardo Leite anunciou o decreto que permite a cogestão, também, para a educação e, consequentemente, a retomada das aulas presenciais nos anos iniciais.

O mapa divulgado nesta sexta (23) já é definitivo, sem possibilidade de envio de pedidos de reconsideração, devido à gravidade do cenário.

Serra Gaúcha tem melhora nos indicadores

A região de Serra Gaúcha também apresentou queda em alguns indicadores como: os registros de hospitalizações confirmadas para Covid – 15 ligados nos últimos sete dias (- 37. 5%); quantidade de pacientes internados com Síndrome Respiratória Aguda Grave (- 14%); internações em leitos clínicos (- 14. 3%); internados em UTI com Covid – 19 (- 12. 8%) .

O indicador relacionado a capacidade de atendimento também melhorou, mantendo-se na bandeira amarela. O percentual de leitos de UTI livres, em comparação com pacientes confirmados para Covid – 19 ocupando esses leitos apresentando um aumento de 139 .9%, passando de 0. 09 para 0. 21. Nenhum comparativo do número de leitos livres de UTI nenhum último dia para atender Covid – 19 entre as duas quintas-feiras, verifica-se um aumento de 104. 3%, passando de 23 para 47. Este último indicador, porém, manteve- se na bandeira Preta.