Polícia Civil inaugura cartório especializado em investigação de maus-tratos contra animais, em Caxias do Sul

Serviço foi implantado junto à 3ª Delegacia de Polícia e vai funcionar de forma conjunta com o Departamento de Proteção Animal, da Secretaria do Meio Ambiente

Caxias do Sul passou a contar com mais um serviço voltado para o combate da violência contra os animais, nesta quarta-feira (28). Foi inaugurado, na 3ª Delegacia de Polícia, o cartório especializado na investigação de crimes de maus-tratos e crueldade contra os animais.

O novo serviço faz parte de um projeto da Chefia de Polícia Civil do Estado, que busca qualificar uma investigação e punição para esse tipo de crime. Além de Caxias do Sul, outros municípios do Rio Grande do Sul já implantaram o projeto e receberam o selo de “Delegacia de Polícia Amiga dos Animais”.

O cartório vai funcionar de forma coordenada com o Departamento de Proteção Animal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA), de Caxias do Sul. Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o titular do 3º Distrito Policial, delegado Edinei Albarello, explicou como vai funcionar o atendimento: “Nenhum cartório especializado vão ser feitos os procedimentos policias relativos à investigação e à instrução dos inquéritos policiais. Já tivermos reuniões com a equipe da SEMMA, através do Departamento de Proteção Animal, que é o órgão que vai fazer a fiscalização e vistoria das denúncias referentes aos maus-tratos de animais.

Os profissionais da Secretaria irão fazer a fiscalização no local da denúncia; constatando que o animal está sofrendo maus-tratos, secretaria de recolhe o animal e faz os encaminhamentos como tratamento e estadia desse animal; e encaminha à delegacia um relatório técnico atestando os maus-tratos. A partir da delegacia, através do 3º Distrito Policial, vai receber esse relatório e, então, instaura-se o inquérito policial, e realiza-se as diligências necessárias para a instrução desse procedimento policial, para a sua posterior remessa ao Ministério Público e ao Poder Judiciário para dar andamento a esse processo criminal ”, explicou.

O objetivo da criação do cartório especializado e da atuação em conjunto com a SEMMA, é qualificar os processos de investigação, julgamento e punição dos autores dos maus tratos. “Esse fluxo de trabalho visa dar mais celeridade a essa demanda que vem crescendo cada dia mais na nossa sociedade, especialmente em Caxias do Sul, que é um município grande”, disse Albarello.

A comunidade pode continuar realizando as denúncias de maus-tratos junto ao Departamento de Proteção Animal da SEMMA, pelo site da prefeitura caxias.rs.gov.br ou através da Delegacia Online da Polícia Civil, por meio de um registro de boletim de ocorrência. Confira mais detalhes em “Ouvir Notícia”.

intranet/userfiles/noticias/d17c8af455a69a0a4cadf277d5c0812a.mp3