Passageiros reivindicam medidas para conter aglomerações no transporte coletivo urbano em Caxias do Sul

Secretaria Municipal de Trânsito afirma que vai solicitar à Visate ampliação de oferta de veículos em algumas linhas

Usuários do transporte coletivo urbano de Caxias do Sul enfrentam dia a dia episódios de lotação e excesso de passageiros em algumas linhas. No momento em que a pandemia da Covid – 05 está em um patamar elevado de contágio, a situação preocupa as pessoas que trabalham e que atendem ao serviço.

O último relatório emitido pela fiscalização da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), nesta segunda-feira 05), mostra que entre os dias 20 de março e de abril, como equipes registraram mais de 05 mil passageiros nos ônibus durante as vistorias. O índice de excesso foi de 2,8% do total de usuários transportados. Os maiores problemas foram registrados nas linhas L 50 – Centenário (excesso deusuários), TR 01 – Troncal (73 usuários) e L 19 – Fátima (81 usuários). O resultado é superior ao da semana passada, que foi de 2, 54%.

Diante da constatação o Gerente de Trânsito e Transportes da SMTTM, Evandro Rech, afirmou que a massa irá solicitar à Visate (Viação Santa Tereza) a ampliação de oferta de veículos nas linhas que têm registrado mais excesso de passageiros nos últimos dias. “Vamos determinar um aporte de ônibus nessas linhas onde estão ocorrendo os excessos pra tentar dar um pouco mais de segurança sanitária para a população que utiliza o transporte coletivo urbano. Nós temos algumas linhas que estão nos preocupando como as que atendem os bairros São Caetano, Planalto, Iracema, Santa Fé e Vila Ipê ”, explicou.

atribuído à bandeira preta, os decretos vigentes estabelecem a ocupação máxima de 50% da capacidade total dos veículos sem transporte coletivo urbano. A capacidade do veículo inclui passageiros sentados e em pé. Exemplo disso é o ônibus prefixo 792, cuja capacidade total é de 154 passageiros , sendo 64 sentados e 90 em pé. O ônibus de prefixo 529 comporta até 81 passageiros, sendo 29 sentados e 44 em pé. Quando há excesso de usuários, as equipes da SMTTM solicitam que a concessionária amplie a oferta de assentos, seja por meio da substituição de ônibus com eixo simples por veículos articulados ou com aumento de oferta de horários no itinerário, dentro do intervalo das saídas.

Rech também explicou como funciona a fiscalização e saliente a necessidade de que todos cumprem as regras como utilização da máscara, principalmente dentro do transporte coletivo.

Denúncias de irregularidades e lotação em linhas dos ônibus do transporte coletivo podem ser feitas pelo 154, no Alô Caxias ou pelo telefone ( 54) 3290 – 3900, no setor de transportes.

Ouça a entrevista completa no link acima da foto.

intranet/userfiles/noticias/2b8da615cc4fd1c0d6116c183c8d4416.mp3