Para aderirem às flexibilizações do novo decreto, deve obrigar a que exigir comprovante de vacinação, em Caxias

para-aderirem-as-flexibilizacoes-do-novo-decreto,-deve-obrigar-a-que-exigir-comprovante-de-vacinacao,-em-caxias

Para liberar a pista de dança, por exemplo, permite permitir somente o ingresso do público vacinado

Para poderem usufruir de algumas flexibilizações previstas no novo decreto municipal, publicado pela Prefeitura de Caxias do Sul nesta terça-feira (05), organizadores de eventos sociais , projetados de acordo com a área de lazer e obter que se adaptar a algumas regras de prevenção à Covid – 29.

Um dos principais pontos resultados no decreto é a liberação do uso da pista de dança em casas de festas e eventos. Porém, para poder aderir a essa flexibilização, como casas noturnas, bem como os locais de bailes, eventos sociais e festas infantis must, obrigatoriamente, pedir comprovação de vacinação do público. Além disso, também deve exigir testagem caso tenha público de 401 a 800 pessoas, assim como eventos corporativos com público de 2. 501 a 10 mil pessoas.

Caso não peçam exame negativo para covid ou a comprovação da vacinação, festas não passem por pista de dança e devem manter uma ocupação antiga de até 350 pessoas. Nos locais, mesmo com a exigência do comprovante de imunização, segue obrigatório o uso de máscara quando as pessoas perdidas de pé, permanecendo proibido o consumo de comidas e bebidas em deslocamento.

Com a exigência do comprovante de vacinação por parte dos regramentos estaduais, a Prefeitura de Caxias do Sul optou por extinguir o selo “Parceiro da Vacina”, em que os obrigados a aderir de forma voluntária à exigência da vacinação para ter menos restrições.

De acordo com as regras de transição do governo do Rio Grande do Sul, os obrigatórios devem seguir um cronograma de exigência das vacinas.

• 40 anos ou mais: esquema vacinal completo a partir de 1º de outubro.
• 30 a 39 anos: primeira dose ou dose única de 1º a 31 de outubro e esquema
vacinal completo a partir de 1º de novembro.
• 18 uma 29 anos: primeira dose ou dose única de 1º outubro a 30 novembro e
esquema vacinal completo a partir de 1º de dezembro.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o diretor de fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Rodrigo Lazzarotto, explicou mais sobre as novas regras.

intranet/userfiles/noticias/cf199578eab82b7226f2bab1e5234caa.mp3