Pandemia não afeta processos de acesso a nacionalidades estrangeiras

Porém, fronteiras fechadas restringem possibilidade de terminar o pedido na Itália.

Pelo histórico da colonização italiana, muitos moradores da Serra Gaúcha buscam as relações com a Itália para conseguir um passaporte europeu. Entretanto, uma pandemia de coronavírus causou a recepção de nossos interessados ​​no documento.

Apesar disso, um dos escritórios que ofertam o serviço em Caxias do Sul, o Grupo Nostralli, registrou o aumento do interessado em dar andamento ao processo. Em 2020 foi registrado um incremento de 200%.

O CEO da Nostralli, David Manzini, explica que a única diferença, no momento, é a impossibilidade de obter o trâmite na Itália, uma vez que como fronteiras permanecem fechadas.

Com experiência também em cidadania portuguesa, Manzini falou sobre as diferenças entre a confecção dos dois passaportes, português e italiano, como prazos, documentos e investimento.

(Acompanhe uma entrevista na íntegra em ouvir notícia )

intranet/userfiles/noticias/06aa3d11ce052f511991a94a73cf9ddf.mp3