Motoristas de Caxias lançam aplicativo de transporte após descontentamento com plataformas

motoristas-de-caxias-lancam-aplicativo-de-transporte-apos-descontentamento-com-plataformas

Apresentação ocorre no dia 24 de setembro e ferramenta será chamada de Liga por Comobi. Criação ocorre por meio de cooperativa, organizada neste ano na cidade

A união entre motoristas de transporte por aplicativo de Caxias do Sul gerou a criação da Cooperativa de Mobilidade Urbana do Rio Grande do Sul (Comobi) neste ano, com sede no município. A falha ocorre após descontentamento com as plataformas por falta de segurança aos condutores e a baixa remuneração no valor da corrida. Para o dia 24 de setembro, entidade preparada o lançamento de um aplicativo próprio, que promete agregar as duas propriedades feitas pela categoria. O nome será Liga por Comobi, em breve disponível para download nas lojas online dos celulares.

Para a Tua Rádio São Francisco, o diretor-financeiro da Comobi, Guilherme da Silveira, conta que a nova plataforma será local e administrada pela cooperativa, sem ligação com empresas privadas. Aos motoristas, é prometido um rastreamento via GPS de todos os veículos cadastrados na ferramenta, com uma equipe acessando 24 horas a localização dos carros, por meio de uma central de monitoramento. As janela de segurança do Estado, através de um link, obtém acesso aos dados para qualquer tipo de ocorrência, desde acidentes a roubos. Os condutores também devem um cadastro ativo na Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), um fim de facilitar em fiscalizações. Outros benefícios são acesso a um plano de saúde e de telefonia, além de convênios com seguradoras, acessórios de reparo automotivo e de abastecimento. Todos precisam de uma carteirinha para comprovar que são da cooperativa, com o intuito de acesso aos serviços.

Atualmente, a Comobi possui 300 cooperados. O número deve subir para 500 até o lançamento da plataforma. Silveira afirma que o objetivo é chegar em 1,5 mil motoristas no período de 90 dias, para cobrir a região da Serra Gaúcha. Há o planejamento de em 18 dias estar em outros municípios do RS, como Santa Maria, Torres, Capão da Canoa, Pelotas e Rio Grande. Em um ano, a Comobi quer parar na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele diz que também tem uma organização para estar em outros estados, como Santa Catarina, em que já há conversas com associações locais. Porém, ainda não possui prazo para sair do RS.

Para se tornar um associado, o motorista deve ir à sede da cooperativa, na rua Sapucaia, 1761, no bairro Rio Branco. No mesmo local será apresentado oficialmente o aplicativo e a ideia e disponibilizar dados para download, tanto para usuários como para condutores.

Clique AQUI e confira uma entrevista completa.