Marau possui centro terapêutico para tratamento de dependentes químicos

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria

Abrir caminhos para recuperação e para reinserção de dependentes químicos dependentes na sociedade, é o foco do trabalho do Centro Terapêutico Liberta, inaugurado em 2020 no município de Marau. O trabalho é conduzido pelo psicólogo Marcel Conterno Bueno e uma equipe multiprofissional, que atua com usuários de drogas e álcool. Como explica o profissional, trata-se de uma intervenção de nível curativo e de urgência, para uma doença que deve ser considerada biopsicossocial.

Dentro do processo terapêutico, o psicólogo destaca ainda a importância da espiritualidade e do resgate dos valores na vida dos pacientes. Neste sentido, ele explica que uma linha de trabalho desenvolvida no Centro Liberta, acontece a partir das internações involuntárias e compulsórias, o que permite a ação dos profissionais em todos os momentos, inclusive no evasão do tratamento. Há mais detalhes sobre este tema na reportagem em áudio, disponível no player desta matéria.

Atualmente, o Centro Liberta está trabalhando com cerca de 20 pacientes e cada um deles recebe ações individualizadas que vão de encontro com suas particularidades. A maioria dos internos são de outros municípios, fato que, como lembra Bueno, ainda está associado ao preconceito existente em cima de pacientes usuários de drogas ou de álcool, que faz com que as famílias busquem tratamento for ou, no mínimo, longe da sua comunidade. O contato com o Centro Libertá pode ser feito pelas redes sociais como Facebook e Instagram.

intranet/userfiles/noticias/d3519f6ceb61c4a0648c7c5db48fe71d.mp3